soldados russos

Por Maria Tsvetkova

MOSCOU (Reuters) – Um número pequeno de soldados russos em serviço ou ex-soldados foram localizados na Síria, incluindo cidades próximas a Hama, Aleppo e Homs, disseram blogueiros russos neste domingo, sugerindo que as operações do Kremlin se estendem bem além de sua campanha aérea.

A Rússia lançou ataques aéreos pela primeira vez para apoiar o presidente Bashar al-Assad na guerra civil de quatro anos da Síria em 30 de setembro, mas afirmou repetidas vezes que não tem intenções de aumentar suas operações em terra. Ao invés disso, disse que irá limitar sua ajuda a treinamentos militares, conselheiros e entregas de equipamentos militares.

Oficiais de segurança dos Estados Unidos e especialistas independentes disseram à Reuters na semana passada que Moscou aumentou suas forças na Síria para 4 mil pessoas, de um número estimado de 2 mil, e um oficial da defesa dos EUA afirmou que diversas equipes de lançamento de foguete e baterias de artilharia de longo alcance foram implantados do lado de fora de quatro bases que os russos estavam usando.

Um relatório de domingo do Time de Inteligência de Conflito (CIT), grupo de blogueiros investigativos da Rússia, disse que mídias sociais têm sido usadas para localizar três russos em serviço ou ex-soldados na Síria.

“Apesar de ainda não termos evidências indisputáveis de homens russos em serviço tomando parte direta nos combates na Síria, acreditamos que a situação observada contradiz as afirmações de autoridades russas de que as tropas do país não estão participando e não estão planejando tomar parte em operações em terra”, disse o CIT.

 

16 Comments

 

  1. 10/11/2015  13:00 by Cunha Responder

    Os senhores estão enganados.

    As tropas russas não irão combater o ISIS neste primeiro momento, não estão preocupados com o massacre dos civis. Putin quer primeiro assegurar Assad no poder e manter a influencia sob o Oriente Médio.

    Os bombardeios promovidos pela Rússia tem como alvos prioritários o "Exercito Livre da Síria" e outros grupos contra Assad, que promovem a guerra civil, porém o ISIS está sendo deixado de lado, por enquanto.

    Aliás, quanto aos alardeados ataques aéreos promovidos pela Rússia, em sua grande maioria estão sendo usadas munições, bombas e mísseis do estoque envelhecido e quase já fora de uso. A quantidade de projéteis inteligentes e bombas guiadas são bem limitados e estão sendo usados com muito cuidado contra alvos mais valiosos, o que se certa forma é uma estratégia muito eficiente.

    Mas fiquem cientes, o ISIS não está sendo "incomodado" pelos Russos, a não ser alguns combates de oportunidade contra comboios armados promovidos pelos helicópteros Mi´s.

  2. 09/11/2015  9:43 by Gilberto Rezende - Rio Grande/RS Responder

    Isto já é sabido a algum tempo, fontes militares russas já disseram que há um contingente especial de cerca de 250/300 homens que fazem tanto um cordão de segurança em torno das bases russas na Síria (Latakia e Tiros) circulando como civis ou contratados russos de forma a rastrear e evitar aproximações e movimentações fora de padrão normal, como por exemplo ataques a partir de morteiros instalados em residências abandonadas (tática comum contra as forças americanas na região).
    Além da segurança fora do perímetro, parte destes homens também fazem a verificação no solo de alvos duvidosos para as forças russas, foi a presença deles que garantiu parte do sucesso das operações aéreas da Rússia.
    Aliás mesmo sem convite os americanos estão doidos para fazer o mesmo, colocar homens dentro da Síria só que para ajudar a Frente Al Nustra e outros "moderados" na concepção americana e dificultar a ação russa pelo perigo de fatalidades diretas decorrente a um ataque russo acertar um "conselheiro americano" ou mesmo tiroteio direto entre conselheiros russos e americanos "não-combatentes" no solo...

  3. 09/11/2015  2:22 by Topol Responder

    Boa sorte aos soldados russos, nunca achei que fosse dizer isso mas espero que eles massacrem o maior número possível de vermes do Estado Islâmico, pois esses desgraçados merecem, e chutem os traseiros desses ratos com tanta força que nunca mais haverá guerra jihad por aquelas bandas.

    • 09/11/2015  21:03 by teropode Responder

      Nao ha como ficar contra russos e favoraveis aquelas desgra;as bestiais !

  4. 08/11/2015  23:13 by dilson queiroz Responder

    ............o Putin não é trouxa de falar que tem tropa la dentro da Síria a não ser os pilotos dos caças e a soldadesca que vigia as bases...mas que ele mandou tropa,mandou sim...e muita, incluso as Spetsnaz

  5. 08/11/2015  20:10 by Fabio Cabral Responder

    Toda sorte aos russos e sua eficiencia!!!

  6. 08/11/2015  19:56 by Gabriel Responder

    Os russos são eficientes !

  7. 08/11/2015  18:15 by HMS_TIRELESS Responder

    O grande problema é que esses soldados viram alvos preferenciais do ISIS. É a escalada do conflito pode levar a um número maior de soldados

  8. 08/11/2015  17:32 by Diego Responder

    Agora que o EI derrubou um avião com mais de 200 civis russos é o fim da piadinha! Vão passar o efetivo de 2000 soldados para mais de 2.000.000!! Iram invadir a regiao e vão prender (não vão simplesmente matar) todos os integrantes do EI no Oriente médio... e então, vão obriga-los a indenizar todas as vitimas no mundo todo, como... trabalhos forçados até ultimo dia de vida de cada um deles!!!

    Um abraço.

  9. 08/11/2015  16:58 by Popeye Responder

    Como disse o amigo acima, é o estilo Putin de guerra, pois guerra não é brincadeira. Putin também está sendo muito eficiente em matéria de política externa, dando um banho na política externa dos EUA, que perto dele parece estar engatinhando, não dão uma dentro. Não é a toa que Wladimir Putin acaba de ser eleito pela FORBES como o homem mais poderoso e influente do mundo.Não aceitam americanboys? Mandem correspondências para a FORBES kkkkkkkk...

    • 08/11/2015  19:26 by zeabelardo Responder

      Engraçado, qual o nome de usuário que vc usa? Do marinheiro imperialista. Acho que vc é americanboy. Só para vc saber, o muro de Berlim caiu. A Rússia é capitalista e o Putin é conservador. Na Rússia putina, vcs estariam presos. Vcs esquerdistas são uma contradição ambulante. Sonham com uma Rússia que não existe mais.

      • 09/11/2015  21:01 by Popeye Responder

        Eu sou fã dos americanos em filmes, desenhos animados e só, daí o personagens Popeye. Não sou lambe botas de yankes amigo. O povo russo tem uma história de guerra que os EUA não passa nem na porta. O muro de Berlim ficou em pé por quase 40 anos dividindo a Europa e todos os ocidentais ficaram quietinhos com o rabinho entre as pernas durante todo esse tempo e só caiu porque não era mais interessante economicamente mantê-lo.

  10. 08/11/2015  14:35 by Carlos Crispim Responder

    Agora o combate aos terroristas vai andar, os russos chegaram, ainda bem!!!!

  11. 08/11/2015  14:03 by carcara_br Responder

    É o estilo Putim de guerra, pequeno número de tropas não oficiais fornecendo apoio ao maior contingente local, já vimos isto na ucrânia, e agora na síria, nesta ultima por ser de um caráter mais oficial haverá cobertura da aviação e de artilharia pesada. Veremos se agora Assad consegue novos avanços ou se ainda mais soldados russos colocarão seus pés em solo sírio.

  12. 08/11/2015  13:49 by teropode Responder

    Se for verdade , desejo sorte e sucesso na empreitada !

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.