O projeto de aquisição de um Sistema de Artilharia Antiaérea visa atender às necessidades estratégicas do Estado brasileiro e propor medidas de fomento para ampliar a capacidade da indústria nacional e garantir a sua autonomia no fornecimento de produtos às Forças Armadas, em relação ao Sistema de Defesa Antiaérea, conforme estabelecido na Portaria Interministerial nº 1.808/MD/MCT/MDIC/MF/MP/MRE, de 12 de junho de 2013.



Para a aquisição deste sistema o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, em atendimento ao Ministério da Defesa, criou uma ação orçamentária específica denominada 151D – Obtenção de Sistemas de Defesa.

A condução das tratativas para aquisição das Baterias Antiaérea de Média altura, conforme determinação do Ministério da Defesa, ficou a cargo da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate -COPAC.



 

9 Comments

 

  1. 14/07/2018  17:54 by Wellington Góes Responder

    Putz, ficou a cargo da COPAC?!?! Esquece!!! Especialmente se estiverem esperando algum desenvolvimento autóctone. Vão optar por comprar algum enlatado (caixa preta).

  2. 13/07/2018  10:55 by Cleber Responder

    E aquele sistema AAE da Avibras com a plataforma do Astros 2020 ?

  3. 12/07/2018  11:49 by Andrew Martins Responder

    Acho que existe 3 sistemas que saem na frente, Spyder- SR que usa os mesmos misseis Derby e python que a FAB, o RBS 23 Bamse (da foto) que usa uma variação do míssil usado no sistema RBS 70 que é usado pelo Exército e a Marinha, e o mais provável a variação do CAMM usando a plataforma do Astro II MLRS.

    • 13/07/2018  8:43 by Tomcat4.0 Responder

      Eu optaria por colocar o sistema Bamse no chassi do Astros e tal.

      • 14/07/2018  17:56 by gabriel Responder

        Espero, de coração, que ninguém do COPAC tenha lido seu comentário.

        BANSE é horroso, sistema monocanal (só trava em um alvo) e possui apenas 15 km de alcance. É horrível, 2 mísseis já transforma isso numa pilha de metal queimado.

        Sistemas de curto alcance devem, NO MÍNIMO, possuir mais de 3 canais para guiar mísseis contra 3 alvos.

  4. 12/07/2018  11:34 by jose luiz esposito Responder

    Pode ser , mas escolherão um míssil com um alcance um pouco maior que 10Kms e farão uma propaganda espetacular desta capacidade , anotem aí !

  5. 12/07/2018  10:49 by Andrew Martins Responder

    DAN é a primeira vez que eu leio uma notícia em que dois ministérios trabalham juntos pra aquisição de um sistema de defesa. Isso é novo ou é bem comum?

  6. 12/07/2018  10:44 by Bueno Responder

    Esta com a COPAC, blz
    Qual o status ?

    • 12/07/2018  10:59 by Luiz Padilha Responder

      O status atual é o que está no texto. Está com a Copac. Dai pra frente só se a Copac atualizar. OK?

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.