SOFIA (Bulgária), 2 de outubro (Suécia) – A Suécia ofereceu à Bulgária, fornecer 8 novos caças Gripen C / D equipados com a nova configuração MS20, em resposta ao pedido de propostas recebidas do Ministério da Defesa em Sofia. O primeiro caça pode ser entregue dentro de 24 meses após a assinatura do contrato, disse a Saab em um comunicado.

O aprimoramento da capacidade do Gripen C-series, envolve atualizações de hardware e software, com o Material System 20 (MS20), proporcionando melhorias e novas funcionalidades tanto em termos da própria aeronave quanto dos sistemas auxiliares de suporte e treinamento, de acordo com o fabricante.


Na segunda-feira, o Ministério da Defesa da Bulgária disse que EUA, Suécia e Itália responderam ao pedido da Bulgária de propostas para o fornecimento de até 16 caças a jato. Os EUA se ofereceram para fornecer novos jatos F-16 ou F-18, enquanto a Itália ofereceu caças usados Eurofighter, disse o ministério.

Um grupo de trabalho nomeado pelo primeiro-ministro da Bulgária deverá concluir a avaliação das ofertas até 19 de outubro, embora o prazo possa ser prorrogado. Após a conclusão da avaliação, um segundo grupo de trabalho também nomeado pelo primeiro-ministro manterá conversações com os licitantes sobre o potencial de melhoria das ofertas.

Em julho, a Bulgária enviou pedidos de propostas para o fornecimento de até 16 aeronaves de combate multiuso novas ou usadas para sete países, EUA, Portugal, França, Alemanha, Israel, Itália e Suécia.

A Bulgária solicitou ofertas para o fornecimento de jatos F-16 e F / A-18 Super Hornet novos ou usados ​​dos Estados Unidos, Dassault Rafale novo ou usado da França, Gripen C / D da Suécia, novos jatos Eurofighter 3 Tranche da Alemanha, caças usados Eurofighter Tranche 1 da Itália e caças usados F-16 de Portugal e Israel.

Em junho, o parlamento da Bulgária aprovou um plano para a aquisição de aviões de combate compatíveis com a OTAN, para substituir a frota envelhecida dos jatos MiG-29 de fabricação russa da Força Aérea do país. De acordo com o plano, a aeronave será comprada em duas etapas.

A primeira etapa do projeto prevê a compra de não menos do que oito aeronaves para um total estimado em cerca de 1,8 bilhão de dólares (US $ 1,1 bilhão / 920,3 milhões de euros). A primeira etapa também prevê a prestação de apoio logístico integrado por um período de três anos, serviços de treinamento e equipamento de treinamento, bem como equipamentos de apoio em terra.

Em 2016, a Bulgária lançou uma licitação para a aquisição de um novo tipo de aeronave de combate, mas em setembro de 2017 o comitê parlamentar ad hoc criado para supervisionar o processo de seleção, recomendou relançar o procedimento, dizendo que um dos participantes do concurso havia sido injustamente desclassificado da concorrência.

A Otan informou no início deste mês, que espera que os gastos com a defesa aumentem para 1,56% do PIB em 2018, de 1,27% em 2017. Os gastos com a defesa da Bulgária chegaram a 1,26% do PIB em 2016. Na cúpula da Otan no País de Gales em 2014, a Bulgária comprometeu-se a atingir uma meta de despesas de defesa de 2% do PIB, a atingir nos 10 anos seguintes.

TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO: DAN

FONTE: Seenews



 

1 Comment

 

  1. 11/10/2018  11:46 by Kemen Responder

    O gripen C/D é um caça com uma da melhor relação custo/beneficio (preço e operacional), na mão de um bom piloto não deve nada aos outros da mesma geração, tem muitos misseis integrados aliás, diferente de outros cujos fabricantes não se dispõe a integrar alguns seja por questão de concorrencia, seja por razões politicas.

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.