Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, confirmou que aceitará o convite para uma reunião feito mais cedo pelo líder norte-coreano, Kim Jong-un.

O surpreendente anúncio foi feito por autoridades diplomáticas do alto escalão sul-coreano em Washington, capital dos EUA, que transmitiram a mensagem de uma carta de Kim Jong-un.



Segundo os sul-coreanos, Kim também concordou em interromper testes nucleares e balísticos e está “comprometido com a desnuclearização”.

A novidade parece ser um marco importante após meses de ameaças e retórica violenta entre a Coreia do Norte e os EUA.

No início da semana, uma delegação da Coreia do Sul também participou de reuniões sem precedentes com Kim, em Pyongyang, capital norte-coreana.

Chung Eui-yong, conselheiro em questões de segurança nacional da Coreia do Sul, falou na Casa Branca após se encontrar com Trump. Os líderes devem se reunir até maio.

“Eu disse ao presidente Trump que, no nosso encontro com o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, ele disse estar comprometido com a desnuclearização”, disse Chung em coletiva de imprensa.

“Kim prometeu que a Coreia do Norte vai interromper testes nucleares e balísticos”.

Chung acrescentou: “O presidente Trump apreciou o informe e disse que se encontraria com Kim Jong-un até maio para conquistar uma desnuclearização permanente”.

Laços entre as duas Coreias foram consideravelmente reforçados desde que as equipes de ambos países participaram de forma conjunta da Olimpíada de Inverno, mas muitos críticos duvidaram da sinceridade de Kim Jong-un.

Isolamento

A Coreia do Norte está há décadas isolada de negociações internacionais por conta de abusos aos direitos humanos e pelos investimentos em armas nucleares – ações que vão de encontro a regras multilaterais.

Nenhum presidente americano se sentou ao lado de um líder norte-americano para dialogar – o que faria de um encontro entre Trump e Kim Jong-un um marco inédito.

No Twitter, Trump, que anteriormente já havia dito não haver sentido no diálogo com a Coreia do Norte, classificou o novo capítulo como um “grande progresso”.

No entanto, ele afirmou que as sanções contra o país asiático continuam em voga até que um acordo consistente seja feito.

“Kim Jong Un falou em desnuclearização com representantes da Coreia do Sul, não apenas um embargo. Sem testes com mísseis pela Coreia do Norte neste período. Grande progresso sendo feito mas as sanções permanecerão até um acordo ser conquistado. Encontro sendo planejado”, escreveu o americano em sua rede social.

FONTE: BBC



 

8 Comments

 

  1. 09/03/2018  21:52 by Teropode Responder

    Certamente lendo os comentários deu pra perceber que a esquerda odiou a ideia, posto que torciam para uma guerra nuclear e a sonhada destruição do império, mas vamos aguardar e especular, as sanções podem ter incomodado a China ou simplesmente o amor de Kim por WDisney acabou superando a ideologia rasteira!

  2. 09/03/2018  13:19 by Esteves Responder

    Pai e filho.

    Israel tem arsenal nuclear e nunca detonou nada. Tudo show de TV. Quem domina a tecnologia não precisa disparar míssil. A Índia não faz. Produz o arsenal e guarda. Quem faz sabe que funciona.

    Pressão política. Interesses chineses. Risco da Coréia do Sul pagar o pato. Geopolítica na região.

    Mas que parece pai e filho isso parece.

    • 09/03/2018  22:15 by cesar Responder

      Exatamente isso, quem domina a tecnologia NUCLEAR não precisa disparar nenhum míssil. Atualmente basta armas nucleares e meios para lança los efizcamente como um fator determinante para impor respeito no cenário mundial.

  3. 09/03/2018  12:13 by Roberto Silva Responder

    Ainda não acredito nisso, só serve pra Coreia do Norte ganhar tempo.

    • 09/03/2018  12:58 by Gil Responder

      Penso da mesma forma, mais a Coreia esta no seu direito de ter armas nucleares e a capacidade de poder colocar elas onde necessite, uma lastima que com a esquerda da mão do FHC abrimos mão disso em 1998 (não estou seguro do ano).
      Tambem criamos nesses ultimos 20 anos grandiosas reservas indigenas entregando mais ainda da nossa soberania.
      Logo dizem que os demais é que são entreguistas.

  4. 09/03/2018  10:44 by fabiano flister Responder

    Bom, não sei quanto a vocês, mas acredito baseados em fatos que houve uma reaproximação entre as duas koreas SEM a atuação direta da America.E isso penso eu ser um duro golpe para a diplomacia americana, pois se acham os guardiões da moral e dos bons costumes e os únicos capazes de prover a paz em TODAS as guerras. Portanto essa reaproximação é muito positiva para a península coreana e acho que o ditador norte coreano quiz "mostrar ao mundo que também é capaz de ter misseis nucleares" e na visão dele só assim conquistaria o respeito da ONU e comunidade internacional, apesar do duro sacrifício da população do seu pais. Perdoem se estiver falando asneiras, mas é o que se aparenta, via noticiário internacional.

  5. 09/03/2018  10:11 by BRArmy Responder

    Sabemos que o cara é muito inteligente, esperto... mas que tem cara de bobo tem ! Esse cabelinho então é pra acabá com o pequi do Goiás ! rssss

    • 09/03/2018  13:20 by Ribeiro Responder

      É verdade... muito sinistro esse cabelo... parece que pegou um gato angorá, tirou o pelo e tá usando de peruca...
      Abraços

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.