Um comunicado emitido pela 7ª Frota informa que os marinheiros que estavam desaparecidos após a colisão entre USS Fitzgerald (DDG 62) e um navio comercial foram encontrados.

À medida que as equipes de busca e resgate ganharam acesso aos espaços que foram danificados durante a colisão, os marinheiros desaparecidos foram localizados nos compartimentos inundados.

Eles estão sendo transferidos para o Hospital Naval de Yokosuka onde serão identificados.

As famílias estão sendo notificadas e recebendo o apoio que elas precisam durante este momento difícil.

Os nomes dos marinheiros somente serão divulgados após todas as famílias serem notificadas.

FONTE: 7ª Frota/US Navy

NOTA do EDITOR: À nota emitida não deixa claro mas, todos os sete marinheiros foram encontrados mortos.

 

21 Comments

 

  1. 18/06/2017  2:39 by Alê Godoy

    Ou seja se for pra guerra vá de Mercante , só dá um arranhão .

  2. 18/06/2017  8:12 by filipe

    Essa sua piada não faz nenhum sentido, são vidas humanas perdidas, é triste, nesse momento de dor e de luto, as nossas preces vão paras as suas famílias e para toda a US Navy. RIP

  3. 18/06/2017  9:39 by Fred

    Até agora, 7 mortos...Os responsáveis de plantão pela navegação do destroyer no momento da colisão, será que estavam bêbados ou drogados?

  4. 18/06/2017  10:05 by Renato de Mello Machado

    Não é piada é constatação,quando eles podem se exibem sapateando nos países dos outros.

  5. 18/06/2017  10:54 by Jr

    Sete pessoas morreram e você faz uma piada sem graça dessas Godoy?

  6. 18/06/2017  11:38 by Leinad

    Pessoal...que neura...o Godoy e o Renato descreveram apenas um fato... eu também tive essa impressão de poucas avarias no navio mercante em comparação com navio de guerra da marinha americana.

  7. 18/06/2017  11:50 by Andre

    É Godoy seu comentário é realmente desprezível, infame, repugnante, péssimo, detestável, infeliz... e chama atenção justamente por ser o primeiro.
    Por um momento o título dava a impressão de que eles foram encontrados com vida, já que ser encontrado sem nenhuma menção á fatalidade gera uma expectativa de sobrevida. Deus os acolha.

  8. 18/06/2017  12:02 by Adriano Madureira

    Policiar o quintal dos outros pode ser perigoso...

  9. 18/06/2017  12:34 by marcos.poorman

    Se na superfície acontece este tipo de acidente, fico aqui a pensar quanto tempo vai demorar para acontecer uma colisão no fundo do mar. Aquelas águas pelas incorporações recentes e as perspectivas de aquisição vão estar dentro de um tempo infestadas de submarinos.

  10. 18/06/2017  12:47 by Trovão Azul

    É um final trágico e lamentável para estes 7 marinheiros, como foram se chocarem com um navio mercante é que é misterioso, com tanta tecnológica a bordo de um dos navios de guerra mas moderno da atualidade é muito estranho , só nós resta lamenta e minhas condolências aos familiares.

  11. 18/06/2017  12:53 by Jr. Barros

    Boa tarde senhores gostaria de saber se os navios de guerra ou mercantes possuem sistema anti-colisão com nos aviões militares ou civil.

  12. 18/06/2017  13:12 by by Trovão Azul

    Lamentável um navio de guerra com tanta tecnologicamente avançada da atualidade tenha tido colidindo com um navio mercante, e estranhamente o navio mercante ter colidindo com o mesmo , já que ambos possuem sensores de últimas gerações para serem capazes de evitar este tipos de choques em alto mar . Minha curiosidade é saber que desculpas os comandantes darão aos seus superiores e a família das vítimas envolvidas.

  13. 18/06/2017  13:16 by by Trovão Azul

    Errata ; onde diz : "tecnologicamente " se diz; tecnologia .

  14. 18/06/2017  13:30 by Luiz Padilha

    Leinad o bulbo do mercante pegou abaixo da linha d'água do destroyer. por isso a inundação. Nas fotos não aparece isso, dai as pessoas acham que foi uma pancadinha. Mas a pancadinha mesmo ocorreu abaixo da linha d'água.

  15. 18/06/2017  14:53 by Flanker

    Senhores, pelo pouco que se soube até agora, a besteira foi enorme,de ambos os lados. Hoje em dia, com a capacidade de detecção presente em navios desse porte, é inconcebível um choque desses. Mas, o imponderável precisa estar presente para um acidente acontecer. Os responsáveis serão cobrados, com certeza, seja na US Navy ou na companhia do mercante.
    Quanto aos estragos no destróier, atentem que ele foi atingido por estibordo, e os costados de uma navio não são seus locais de maior resistência estrutural. A proa, normalmente, é o local mais reforçado e resistente, e foi com essa parte que o mercante atingiu o navio da US Navy. E tem-se ainda que considerar a massa deslocada pelo mercante, muito maior que a do destróier. Já imaginaram um caminhão batendo de frente na lateral de uma picape? É mais ou menos isso!

  16. 18/06/2017  15:13 by XO

    As investigações certamente vão esclarecer tudo... agora só resta rezar pelos falecidos e suas famílias...

  17. 18/06/2017  17:46 by Wolfpack

    Sim, o mais grave da colisão está abaixo da linha d'água, dai a sorte deste navio não ter afundado. Agora, foi negligência do destroyer mais leve e móvel em não ter evitado tal colisão. A culpa no caso é de quem cruza a linha férrea.

  18. 18/06/2017  20:39 by ghutoz

    até onde sei a preferencial é do navio de maior tonelagem, acredito que o factóide do farol espanhol tenha se tornado realidade

  19. 19/06/2017  0:45 by Sandro

    Os Americanos em sua prepotência têm mania de não querer desviar dos outros, e sim os outros desviarem deles, isso ocorreu com os espanhóis e inclusive existe um vídeo. Não acho difícil ter se repetido. Godoy Tamo junto!

  20. 19/06/2017  11:38 by Sergio braga osorio

    lamentável este acidente e difícil de acontecer nos dias atuais , deixou uma belonave semidestruída e ceifou sete vidas ! Oremos pela memória desses militares e por suas famílias.

  21. 19/06/2017  21:23 by Albert

    Uai... Num foi na guerra do Paraguai que a MB usou essa tatica? De jogar um navio de proa forte contra o navio do "inimigo"?

Leave a reply

 

Your email address will not be published.