O destróier USS Mahan (DDG 72), da classe Arleigh Burke, disparou tiros de advertência a um grupo de embarcações iranianas no Golfo Pérsico nesta segunda-feira (8).

Os tiros foram disparados depois que embarcações ignoraram os pedidos feitos pelo rádio para se afastarem do navio de guerra americano, mantendo-se a uma distância de 900 jardas.

Incidente semelhante ocorreu no verão passado, com lanchas iranianas fazendo passagens perto do USS Nitze (DDG 94) e USS Squall (PC 7), que também disparou tiros de advertência. Em novembro do ano passado, lanchas iranianas apontaram armas para um helicóptero Seahawk da Marinha dos Estados Unidos.

Em outubro do ano passado, o mesmo destróier, USS Mason (DDG 87), sofreu três ataques no espaço de uma semana, e o USS Nitze realizou um ataque de retaliação a um site de radar.

As embarcações iranianas foram descritos no relatório como “lanchas de ataque rápido.” Estas embarcações de pequeno porte, às vezes chamado de “Boghammers”, são lanchas que carregam uma variedade de armas, incluindo lança-foguetes e metralhadoras pesadas. De acordo com a publicação “Combat Fleets of the World”, o Irã dispõe de mais de 180 destas embarcações. Durante a Guerra Irã-Iraque, elas foram muito usadas ​​para atacar navios petroleiros no Golfo Pérsico e no Estreito de Ormuz.

FONTE e FOTOS: US Navy (Ilustrativas)