Durante a Campanha Antártica de Verão, o navio quebra-gelo ARA Almirante Irízar, chegou a Base Antártica “Belgrano 2” para prover com suprimentos as base mais Austral da Argentina.



image_pdfimage_print

 

4 Comments

 

  1. 12/02/2018  10:06 by Gil Responder

    Argentina levou 10 anos pra recuperar um quebra gelo e o Brasil 7 anos pra recuperar uma base, se juntamos ambos povos não criamos uma nação decente.
    Não tem como fazer algum comentario construtivo com esse historico.
    Ao menos Argentina ocupa essa região com varias bases e defende uma Antartida Argentina (Até que UK ganhe deles), a gente faz de conta que esta ali fazendo algo útil. Aparte de levar os congressistas de quando em quando pra fazer turismo na região.

  2. 12/02/2018  8:31 by Fabricio Tavares Responder

    Parabéns aos nossos vizinhos. Existia uma certa apreensão quanto à potência instalada no navio –se seria suficiente para atravessar o gelo do Mar de Weddel e suprir a estação Belgrano II. Já se sabe que o Irízar continua sendo um quebra-gelos.
    A situação logística dessa base Belgrano, a mais austral da Argentina, é muito complicada. O Irízar não visitava a base desde antes do incêndio que atingiu o navio, em 2007; nesse meio tempo, o abastecimento era feito por embarcações russas, mas houve anos em que nenhum navio foi até lá para abastecimento ou retirada de resíduos. A FAA teve de realizar lançamentos aéreos de suprimentos e, se não me engano no verão passado, os argentinos se obrigaram a fretar um Basler-76 para remover pelo menos uma parte dos resíduos que lá se acumularam, pois já era uma providência urgente.

  3. 11/02/2018  22:48 by J.Neto Responder

    Mas a falta coerência e conhecimento para emitir uma crítica construtiva é absurdamente gritante em alhuns comentários... lamentável...

  4. 11/02/2018  11:11 by Gil Responder

    Argentina com 6 bases permanentes, mais as de verão.

    Meanwhile o Brasil com apenas uma que já leva varios anos queimada e que agora vai ser construida por terceiros dada nossa incapacidade como nação pra fazer algo serio ainda que simples.

    Não sei para que estamos na Antartida sem ter planteado pedir nossa parte dela como outros paises já fizeram faz anos, se é pra perder o tempo e malgastar recursos, ficamos pela nossa costa com a nossa MB (marinha de brinquedo).

Leave a reply

 

Your email address will not be published.