7 Comments

 

  1. 19/02/2017  12:03 by Wellington Góes Responder

    Bem, sei que esta é uma missão operacional para valer, mas a Embraer não poderia ter usado o KC-390 e assim certificar o uso do sistema MAAFS no combate a incêndios?! Além disso, já seria uma propaganda e tanto. Isto é, se fosse possível?!

  2. 19/02/2017  11:58 by Wellington Góes Responder

    Celso, ainda não, a previsão é para março. O satélite já foi transportado à Guiana Francesa, mas o lançamento é só lá pelo dia 20 de março (previsão, vai depender das condições meteorológicas).

    Até mais!!!

  3. 18/02/2017  13:30 by Renato Responder

    Exatamente, Marcelo.
    Acredito que deveria haver maior articulação.
    É diferente de chuva que vem de forma equilibrada.
    Jogar 5 mil litros de água em local concentrado tem um impacto enorme.
    Se você jogar dá janela de um prédio uma sacola fechada com um litro de água e cair na cabeça de alguém...
    Ou esse pessoal está em local indevido ou faltou coordenação.
    Alguém tem de avaliar onde a água pode ser jogada e se há risco para quem estiver embaixo.
    Falo na qualidade de leigo.
    Se alguém do ramo puder nos esclarecer como funciona ou deveria funcionar isso...

  4. 18/02/2017  10:04 by Marcelo zhanshi Responder

    Ela correu risco de vida. Há uns meses atrás, aqui no centro oeste, vários bombeiros ficaram feridos com a coluna de água lançada por uma aeronave (não me recordo se foi helicóptero ou avião). Lembro que um dos bombeiros teve até traumatismo craniano.

  5. 17/02/2017  20:18 by Tomcat37 Responder

    Que ducha hein!!!

  6. 17/02/2017  18:19 by Celso Responder

    Prezado Padilha......ja lancaram o SKY 1 la em Kourou.........acabei de ler algo a respeito..........Sds

  7. 17/02/2017  17:57 by Thauno Responder

    Muito engraçado. a reporter penssou que a agua não espalhava. Parabens a FAB por esta bela missão!

Leave a reply

 

Your email address will not be published.