A Marinha mexicana lançou ao mar a embarcação de Patrulhamento Offshore de Longo Alcance SIGMA (POLA) em uma cerimônia em Oaxaca, no dia 23 de novembro. A cerimônia de lançamento do ARM Reformador (101), coincidiu com o Dia da Marinha Mexicana.



O navio de 107 metros foi lançado com um helicóptero Sikorsky a bordo e um canhão Bofors de 57 mm instalado. O OPV da Marinha Mexicana baseia-se no projeto da corveta SIGMA 10514 da Damen que, além do México, também está em serviço nas Marinhas da Indonésia e do Marrocos.

O ARM Reformador teve sua construção modular iniciada em agosto de 2017, após a assinatura de um contrato entre o México e o estaleiro holandês Damen. O OPV foi construído em seis módulos, dois no Shipbuilding Naval da Damen Schelde (DSNS) em Vlissingen, na Holanda e quatro no México.

O Reformador será equipado com mísseis anti-navio Harpoon Block II, sistema Rolling Airframe Missile (RAM), torpedos leves MK 54 Mod 0 e um lançador MK56 VLS de 8 células juntamente com Evolved Seasparrow Missiles (ESSM). A embarcação também será equipada com o sistema de defesa eletrônica RIGEL da Indra, que fornecerá contramedidas simultâneas para múltiplas ameaças ativas, além de detectar e analisar sinais de radar no ambiente de missão da embarcação.

Deslocando 2.570 toneladas e atingindo a velocidade máxima de 27 nós com propulsão combinada diesel-elétrica e diesel-mecânica (CODED), o POLA terá autonomia de 20 dias no mar.

Mais equipamentos, testes e testes continuarão em 2019. O navio está programado para ser entregue à Marinha Mexicana no início de 2020.

FONTE: Naval Today
TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO: DAN
FOTOS: Marinha do México



 

5 Comments

 

  1. 26/11/2018  19:55 by Wolfpack Responder

    Muitos vão me odiar, mas esse OPV não pode ser o escolhido no concurso das Tamandarés. Observem a ponte/passadiço. Isso ai lembra um iate e não um navio de guerra. A mesma polêmica do Gripen NG e a Aeronautica o escolheu, vai entender!

  2. 26/11/2018  4:09 by Socrates Pereira Responder

    Bonito navio, parabéns aos mexicanos.

  3. 25/11/2018  10:51 by Rogério Responder

    Bom dia, lembro da notícia de quando o Brasil adquiriu os navios da classe amazonas, que o projeto de sua construção também havia sido comprado, na busca para a renovação da frota marítima há ou haveria algum projeto em que esses navios se enquadraria?( como alongamento da estrutura e armas de maior sofisticação), vi fotos desse navio em outra configuração bem mais armado, poderia ser uma opção para nossa marinha?

    • 25/11/2018  12:35 by Claudio Luiz Responder

      Excelente pergunta que a MB aparentemente se nega a responder.
      Pois se não havia intenção de se construir mais unidades da classe Amazonas adquiridas mediante compra de oportunidade para quê se pagou pela aquisição do projeto incluindo os royalties para a construção de até mais 5 unidades???
      Dinheiro dos contribuintes jogado fora???

      • 26/11/2018  19:52 by Wolfpack Responder

        Pergunte também sobre a Sete Brasil?

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.