13 Comments

 

  1. 14/06/2018  17:40 by Teropode Responder

    ótimas imagens . Enquanto se distraem com exibições de nenhuma utilidade , a população faminta e sem papel higiênico foge para as nações lambe botas kkklklk, cômica esta ideologia !

  2. 14/06/2018  2:02 by Thiago Responder

    O Gripen estará equipado como motores de super Cruzeiro ou seja sua altonomia não se altera com voo supersônicos ele ainda virá com sensores de infravermelho altamente sensíveis que conseguem detectar o calor de aviões a centenas de quilômetros sem falar no Data link que é uma rede de informação em todas as aeronaves do esquadrão traçam uma estratégia em tempo real com telas de radares de outras aeronaves como o R 99 de alerta antecipado! Resumindo sukoy Venezuelano cai sem saber quem o atingiu e de onde veio.

  3. 13/06/2018  20:21 by Renato Vieira Responder

    Pergunta de leigo: Qunto tempo o SU30 Podem voar com os pós comb. sem danificar o motor?

  4. 13/06/2018  15:13 by Samuca Responder

    A Terra não é plana! kkkkkkkk

  5. 13/06/2018  14:14 by XO Responder

    Olha, essa missão envolveu duas aeronaves em cumprimento a uma tarefa que , na minha humilde opinião, nada tem a ver com seu emprego operacional... não dá, portanto, para concluir sobre a real capacidade de operação desse vetor pela FAV... abraço a todos...

  6. 13/06/2018  11:53 by JUNIOR Responder

    OS POUCOS E MAU MANTIDOS SU-30 NAO FAZ MUITA DIFERENÇA FRENTE AOS GRIPEN

  7. 13/06/2018  1:19 by Juvenal Santos Responder

    De qualquer maneira, esse vídeo antigo só mostra que em 2010 eles já estavam muito melhor do que nós, é vergonhoso para uma país continental e rico como o Brasil não ter caças à altura desses SU30 Venezuelanos , isso há quase 10 anos atrás! Hoje a Venezuela caiu, sorte nossa, pois ainda hoje contamos com aviões da guerra do Vietnan, vergonha dupla!

    • 13/06/2018  7:20 by Dodo Responder

      Não sabia que o gripen, os kc 390, os A1, os r99, etc.... eram do Vietnã. Engraçado dizer isso,tendo em vista que a maioria esmagadora das forças aéreas do mundo se equipam com aviões das décadas de 70 e 80. Pegue o Chile por exemplo é veja de que não são seus f16(cujo alguns não modernizados possuem instrumentos de cabine analógicos

      • 14/06/2018  15:23 by Fabiano Responder

        FA do Brasil não tem (ainda não terá por um bom tempo) nenhum Gripen nem KC390... A1 não é de defesa e sim de ataque. R-99 são apenas 3 de AWAC e 2 de Elint/Sigint... muito pouco... A crítica do Juvenal não está incorreta, ainda mais considerando que somo sim um país rico (embora muitos não acreditem), ao afirmar sobre aviões da época da Guerra do Vietnam ele fala claramente do longevo F-5... um excelente caça mas não pode ser o único de defesa a não ser que tenham centenas...

    • 13/06/2018  9:45 by Pablo Responder

      Vergonha mesmo, imagine o EUA, a maior potência do MUNDO, até hoje utilizando aviões desde a época da guerra fria, aviões da década de 50. Vergonhoso para uma potência como eles!!!

    • 13/06/2018  13:22 by Tiago Silva Responder

      Algumas coisas tem que ser ponderadas, a Venezuela na questão de caças estava muito bem quando da chegada dos Su-30 que são até hoje os vetores multifuncionais mais letais da região só que não podemos esquecer que outras mudanças aconteceram com seus vizinhos inclusive com o Brasil.

      Nos destacamos em outras áreas como por exemplo os E/R-99 que são aeronaves especializadas e que a maioria das nações que nos circundam não tem tais capacidades, podemos estar no momento ainda utilizando os F-5 modernizados mas em breve vamos receber o Gripen e seus primeiros exemplares que acredito chegarem com uma nova mentalidade de combater algo que ainda é pouco falado sobre a aeronave sueca.

      Em partes concordo contigo que é uma vergonha não termos um nível tecnológico maior incluindo ai a quantidade dos vetores, mas se formos analisar de forma mais profundo um processo contínuo vem acontecendo desde o início do século XXI com a modernização de muitas aeronaves e a substituição de outras criando assim um mix mais eficiente quanto a custos e operação. Quando da escolha do Gripen fui contra mas depois comecei a ver esta aeronave por uma outra ótica e cheguei a conclusão que hoje não trocaria ela por nenhum Sukhoi, pode ser um posicionamento forte para muitos mas ao mesmo tempo vejo como sensato principalmente quanto a custos operacionais.

      Mas ai são apenas pontos de vista distintos.

      Forte abraço.

  8. 12/06/2018  21:46 by Tomcat3.7 Responder

    Sendo recente este vídeo, vai calar muuuuuitas bocas que falam aos quatro ventos que os Sukhois venezuelanos não voam,rainhas de hangar ,etc. etc. etc.
    Obs. são imponentes mesmo viu,brincadeira , e potencia ali não falta.

    • 13/06/2018  0:57 by Tiago Silva Responder

      O vídeo é de 2010, de lá para cá a situação do país foi de mau a pior então questionar a disponibilidade das aeronaves faz algum sentido.

      Independente disso os Su-30 da Venezuela são ótimas aeronaves.

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.