11332119934_ec6c86a905_o

Do dia 6 de dezembro, o Centro de Embarcações do Comando Militar da Amazônia recebeu duas lanchas de combate LPR 40 MK2B, no 9º Distrito Naval, com a presença do Comandante Militar da Amazônia, General de Exército Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, do Comandante do 9º Distrito Naval, Vice-Almirante Domingos Sávio Almeida Nogueira, e do Comandante do Centro de Embarcações do Comando Militar da Amazônia, Tenente-Coronel Alexandre Silveira de Lima.

article2

11332114123_c955dc0a1a_o

11332016215_8f512bb848_o

Fonte: EB

 

4 Comments

 

  1. 16/12/2013  17:21 by Nelson de Azevedo Neto Responder

    Só uma curiosidade: No reparo duplo de proa a "matranca" da esquerda (na perspectiva de visão do atirador) é, sem dúvida, uma browning .50'... Maaasss, e a da direita é O QUÊ?!?!... Um simulacro???... Ou, uma Browning com kit calibre .22' para uso em treinamentos???... Ouuuu, será que tô ficando cegueta...!? ... ;)

  2. 16/12/2013  17:05 by Gilberto Rezende/RS Responder

    Este é ainda um projeto piloto, acredito que após um período operacional no EB e das duas outras seguintes na MB o projeto será validado ou reavaliado para sua versão definitiva e a frota final será dimensionada. Pois 4 lanchas não fazem nem cócegas na Amazônia.

    Minha grande curiosidade é se há diferenças nas configurações do EB e da MB e se as embarcações já vieram 100% equipadas ou ainda receberão outros equipamentos no Brasil agora ou no futuro...

  3. 15/12/2013  23:47 by RL Responder

    Deveríamos ter no mínimo umas 200 lanchas como estas ao longo de todo nosso sistema de rios que fazem fronteiras com todos os países.

    Apoiadas por outras embarcações maiores e menores.

  4. 15/12/2013  16:21 by Marcelo Responder

    Tomara que melhora a ação do EB na fronteira da Amazônia com outros paises, e a integração do exército com a população...

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.