BASE AERONAVAL CONCÓN, Valparaíso – Lockheed Martin vai fornecer um exoskeleton Fortis para a Marinha do Chile por seis meses para apoiar a construção. Desenhado para aumentar a força e resistência, FORTIS permite aos usuários levantar ferramentas pesando até 16.3 kg sem esforço reduzindo a fadiga muscular em 300%.



“Chile é a primeira nação na América Latina avaliando o FORTIS exoskeleton. Durante os ensaios nos estaleiros dos Estados Unidos, a retro alimentação e a habilidade do Fortis para melhorar a produtividade ao mesmo tempo para mitigar lesões dos trabalhadores foram altamente positivas, disse Andy Winns, chefe executivo para América Latina e Africa da Lockheed Martin International. “Estamos emocionados em introduzir esta nova inovação a través de nossa associação com a Marinha do Chile.”

FORTIS é um exoskeleto sem potencia com um sistema de peso e balanço que transfere a carga de ferramentas pesadas dos braços até o chão. O desenho ergonômico do FORTIS se move naturalmente com o corpo e se adapta a diferentes níveis. Esta característica permite que os trabalhadores estejam parados o vestidos confortavelmente para que possam se concentrar com perícia em sua tarefas imediatas.

Lockheed Martin Canada atualmente apoia a Marinha do Chile com as atualizações do Sistema de Manejo de Combate e certos subsistemas das Fragatas Tipo 23. Associando-se a empresas Chilenas, as atualizações, incluem o moderno Sistema de Combate 330 (CMS 300), que tem previsão de entrega da primeira unidade planejada para 2019.

TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO: DAN



 

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.