Foto: PZL Mielec

Ícone da guerra dos Estados Unidos e seus aliados contra o terrorismo, o Black Hawk é hoje um dos helicópteros médios mais eficazes no mercado de guerra global. Com mais de três mil unidades vendidas nos seus 40 anos de operação, a aeronave fabricada pela Sikorsky Aircraft Corporation não só participou de missões como o assalto ao bunker de Osama bin Laden no Paquistão (2011) e nas guerras no Iraque e no Afeganistão, mas também na captura frustrada de um líder rebelde somali, ação levada ao cinema como “The Fall of the Black Hawk” e que ganhou dois Oscars em 2001.



O Blackhawk chegou ao Chile em 1998, quando a Força Aérea do Chile (FACh) comprou uma unidade – ainda ativa – para melhorar suas capacidades de asas rotativas. Descrito como uma aeronave de transporte multiuso, para missões militares ou humanitárias, desde então operou em extremos tão opostos quanto o deserto de Atacama ou a Antártica.

Vinte anos após essa aquisição, a FACh receberá mais seis Black Hawk, fabricado pela PZL Mielec, a subsidiária da Sikorsky na Polônia. Os três primeiros chegarão em agosto, e o resto em novembro, confirmou a Força Aérea ao El Mercurio.

Foto: PZL Mielec

De acordo com a FACh, esses helicópteros aumentarão sua capacidade de realizar missões de busca e salvamento no mar, zonas altiplásicas e montanhas, bem como vôos de apoio insular”, incluindo a operação para a Antártida em qualquer condição, dia ou noite, com o objetivo poder permanente para evacuar um número maior de pessoas em situação de desastre natural”.

Mísseis ou torpedos

De acordo com a revista de defesa Jane’s, a compra dos seis Black Hawk custará US $ 180 milhões e considera opções para unidades adicionais. Sua configuração militar permite equipá-los com metralhadoras, mísseis ou torpedos (versão naval), enquanto sua cabine pode transportar 14 soldados equipados ou seis feridos em macas.

As aeronaves chegarão ao Chile depois de voar 13 mil quilômetros a partir da Polônia, provavelmente desarmado e em aviões de carga.

TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO: DAN

FONTE: El Mercurio



 

9 Comments

 

  1. 13/03/2018  1:50 by Mf Responder

    O Brasil nos últimos anos comprou 16 Black Jack, 8 Sea Hawk, 12 MI35M , 50 EC725, além das modernizações em andamento do esquilo, pantera e super Linx. Esse choro é por desinformação ou desonestidade intelectual de quem acha que só o que é americano é bom?

    • 13/03/2018  1:52 by Mf Responder

      *Black hawk

    • 13/03/2018  19:01 by Ivan BC Responder

      Não entendi sua indagação. O que EUA tem a ver com essa história? Os EUA venderam e vendem esse helicóptero para diversos países...inclusive o Brasil. Os Black Hawk são excelentes, por isso o pessoal pede mais...
      Nós brasileiros não temos o que reclamar dos EUA, ofertas e parcerias com eles nunca nos faltaram, o que falta é vontade política dos nossos governantes. Nos últimos 2 anos recebemos muitos materias dos EUA por preço de banana, especialmente no campo da artilharia, peças que necessitavamos com urgência.

  2. 12/03/2018  22:00 by jorge afonso martinez Responder

    Pois é...em primeiro lugar 15+5+5=25! Depois,tem de decidir qual helicóptero o Brasil deseja e parar de fazer saladinha! Depois,acho ideal que o Ministro da Defesa,mesmo interino,pleiteasse equipar as Forças Armadas com equipamentos modernos e em quantidade... Mas,que nada,acho beem difícil...os militares no poder...sei lá parece que têm medo que ficar mal falados,dizerem que estariam se aproveitando...acho que não vão comprar nada,mais,ainda vão continuar nessa vida franciscana e pior...ainda vão economizar para os outros Ministérios gastarem! Mas essa é apenas minha opinião!
    Mas,que , quando forem pedir material, equipamentos...não vai faltar um político desaforado ,depois, prá dizer na cara: ué ! Mas teve um general chefiando o MD é vcs não compraram nada!!! Ahhh isso vai!!
    Mas como disse... essa é apenas minha opinião!

    • 13/03/2018  11:03 by Tomcat3.7 Responder

      Que feio , comi 5 BH na minha continha!!!rs

  3. 12/03/2018  13:07 by Tomcat3.7 Responder

    Poxa vida, a 180 mi de doletas as seis aeronaves, sai cada uma a 30 mi de doletas. Bem que poderíamos comprar uns 30 por aqui, 5(FAB),15(EB) e 5 pra MB o( Sea Hawk). Sonhar não custa.rs

    • 12/03/2018  15:38 by Jr Responder

      O Sea Hawk é bem mais caro que um simples blackhawk

  4. 12/03/2018  11:39 by Cleber Responder

    E o pais aquele, nada ?

    • 12/03/2018  11:44 by rafaeL Responder

      nada ..

      • 13/03/2018  12:57 by Pablo Responder

        O Brasil até onde sei, ainda está recebendo o EC 725 de um lote de 50 helicópteros.

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.