Brasília, 11/10/2018 – A fragata “Liberal”, atual navio-capitânia da Força Tarefa Marítima (FTM) da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (Unifil, sigla em inglês), socorreu nesta quinta-feira (11,) pela manhã, 31 refugiados de um barco à deriva na Costa do Líbano. Entre os socorridos estão mulheres e crianças que estavam sem comida e água há três dias. Os passageiros, bastante debilitados, informaram que eram sírios, e que estavam tentando chegar ao Chipre.



A embarcação, sem combustível, foi localizada a cerca de 41 milhas náuticas da capital do Líbano, Beirute. A fragata “Liberal”, que pertence à Marinha do Brasil, foi acionada pelo Comando da FTM, e imediatamente foram iniciadas as buscas por radar e com aeronaves.

Toda assistência necessária foi fornecida pela UNIFIL, para amenizar o sofrimento das pessoas a bordo, com o fornecimento de água, comida, assistência médica e alguns medicamentos.

A “Liberal” permanece no local para prestar todo o auxílio possível aos refugiados, até a chegada de duas lanchas patrulha que realizarão o resgate. A fragata escoltará os resgatados até as águas territoriais libanesas, e lá encerrará suas ações.

Em setembro de 2015, a corveta brasileira Barroso, que estava a caminho para missão da FTM, também resgatou 220 imigrantes no Mar Mediterrâneo.

FTM-UNIFIL

A Marinha do Brasil participa desde 2011 da FTM-UNIFIL, ocasião em que assumiu o comando da Força Tarefa Marítima multinacional e passou a enviar um navio para atuar como capitânia do Comandante da Força.

Atualmente, o contra-almirante Eduardo Machado Vazquez é o comandante da FTM-UNIFIL, integrada por navios da Alemanha, Grécia, Indonésia e Turquia, além do Brasil.

A Fragata “Liberal” desatracou da Base Naval do Rio de Janeiro em agosto deste ano para realizar a “Operação Líbano XIV”. Por um período de oito meses, a fragata conduzirá as operações de interdição marítima a fim de prevenir a entrada de armas não autorizadas no território libanês, bem como qualquer material correlato, além de contribuir para o adestramento da Marinha Libanesa.

É a quarta vez que a Fragata “Liberal” participa da “Operação Líbano”, tendo atuado anteriormente, em 2012 (Líbano II), 2014 (Líbano V) e 2016 (Líbano X).

FONTE: Ascom com informações e fotos da Força Tarefa Marítima UNIFIL



 

2 Comments

 

  1. 12/10/2018  10:27 by Vovozao Responder

    Grande momento da nossa MB, mostrando que os militares não são apenas militares, e, por trás de todos os militares existe um ser humano, que estão aí também para prestarem a ajuda necessária nestes momentos difíceis.

    Bdia Padilha, mas uma informação sua sempre bem informado: (Comissão Relações Exteriores e Defesa (CRE), autorizou uma verba de R$ 225 (milhões) aquisição de meios pela MB), seria está verba aquisição Wave, Valores de hoje (+-) 45 milhões de Libras esterlinas. Confirme.

    • 12/10/2018  15:04 by Luiz Padilha Responder

      Essa verba pode ser para muitas coisas. Não sei qual destinação terá. Mas dinheiro é sempre bom. Só um detalhe: Wave no momento não é prioridade.

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.