f538-navantia-1a

Hoje, 09 de abril será assinado um acordo de cooperação entre a empresa espanhola Navantia e o estaleiro colombiano COTECMAR, que servirá como um canal para explorar oportunidades de colaboração em programas e o futuro da Marinha da Colômbia.

O acordo abrange áreas como a construção, design e engenharia naval, programas de modernização de navios de superfície, ciclo de vida de suporte, colaboração na concepção, desenvolvimento e integração de sistemas. Navantia oferece especialização e capacidades em áreas como os sistemas de controle da plataforma, sistemas de navegação ou de comunicações, sistemas de controle e de operação e de armas ou integração de sistemas de combate e de comando e controle.

Nos últimos dias, a empresa espanhola fez várias apresentações na Colômbia por muitos de seus produtos para o processo de modernização da Marinha do país. Estes incluem fragatas, navios anfíbios, navios de logística, navios de patrulha, além de sistemas de combate ou baterias costeiras. Na gestão de negócios Navantia na Colômbia, também apresentou o seu apoio ao ciclo de vida do modelo e seu modelo chamado TOT (Transferência de Tecnologia), mostrando a vasta experiência da empresa nestas duas áreas. Finalmente, no recente evento Colombiamar realizada em Cartagena de Indias, ocorrido entre os dias 11 e 13 deste mês, Navantia deu uma palestra sobre a Avaliação do Ciclo de Vida de Suporte (LCA).

No ano passado, informou que a nova fragata desenvolvido pela Navantia seria perfeito para atender às exigências da área da plataforma estratégica programa (PES) da Colômbia. O estaleiro colombiano COTECMAR e a Marinha da Colômbia estudam na concepção de uma fragata chamado Plataforma Estratégica Superfície (PES), e deve entrar em serviço em 2025 (anteriormente relatado em 2019).

Navantia apresentou na Colômbia, durante o evento Expodefensa, um novo design de fragata, ajustando suas vistas sobre as marinhas de vários países da América Latina. O navio terá um deslocamento de 3.790 toneladas, um comprimento de 113 metros e uma boca de 15,6 metros e, é o resultado da combinação de experiências de Navantia nas fragatas F-100 Álvaro de Bazán da Armada espanhola e F-310 Fridtjof Nansen norueguesa. O conceito de design é do modelo Avante 2400, que já foram construídas quatro unidades, com um sucesso comprovado.

f538-navantia

Entrando aspectos técnicos, o navio segue a tendência atual do design stealth, com um grande número de sistemas alojados no interior para reduzir a assinatura radar. Tem um alcance estimado de 4.000 milhas à 18 nós, tem dois barcos infláveis ​​rígidos (RHIB) para 8 ou 10 pessoas que são içados por guindastes, poderá operar com dois helicópteros.

As imagens ilustram o design em um canhão de 5 polegadas e um sistema de mísseis de lançamento vertical (VLS) de 8 células, dois lançadores quádruplos de mísseis superfície-superfície e sobre o hangar, o sistema de defesa de ponto Vulcan tipo CIWS Bloco 1B Phalanx.

No ano passado, foi informado que a nova fragata desenvolvido pela Navantia. chamada F538, seria o candidato perfeito para cumprir os requisitos do programa PES da Colômbia.

O navio foi projetado para executar missões que vão desde o controle do ambiente marítimo, resposta a situações de crise, manutenção da paz ou humanitária. Atende a todos os padrões militares, como STANAG NATO SSCC Militar e está certificada em conformidade com os regulamentos e normas tipo MARPOL IMO ambientais.

TRADUÇÃO E ADAPTÇÃO: DAN

FONTE:defensa.com

 

1 Comment

 

  1. 09/04/2015  22:02 by willhorv Responder

    Imaginem a parceria com a Denel em co-desenvolver o míssil Marlin....adotando-se este em questão para médio alcance e os seaceptor para curto, teríamos uma fragata ou corveta, como queiram definir, com 32 mísseis de defesa de area e de ponto, levando-se em consideração 4x1 por silo vls...
    Podia-se adotar 2 x 76mm OtoMelara nos modelos aaw e 1x127mm + 1x76mm nas versões asw/asuw/aew....
    Seria uma bela nave não!!

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.