No dia 12 de julho, foram realizados os adestramentos de Contramedidas de Minagem (CMM), a bordo dos Navios Varredores Atalaia (M 17) e Albardão (M 20). Composto por exercícios de varredura mecânica dupla, lançamento e recolhimento de boia de demarcação de canal varrido na região da Baía de Todos-os-Santos, os adestramentos foram acompanhados pelo Comandante do 2º Distrito Naval, Vice-Almirante Almir Garnier Santos.



Construídos inteiramente em madeira e metal amagnético, de modo a não atuar em minas (explosivos submarinos) de influência magnética, os navios varredores deslocam 253 toneladas, medem 47,2 metros de comprimento e atingem velocidades de até 22 nós (aproximadamente 41Km/h). O “Atalaia” e o “Albardão” são dois dos quatro varredores da classe “Aratu”, subordinados à Força de Minagem e Varredura, que têm como atividade principal realizar a varredura de minas de contato e de influência, utilizando equipamentos capazes de detoná-las a uma distância segura ou neutralizá-las.

Componente operativo da Marinha do Brasil, a Força de Minagem e Varredura, sediada em Salvador-BA, é responsável pelos planejamentos de minagens defensivas e de execução das operações de CMM, destinadas a manter livre da ameaça de minas as linhas de tráfego marítimo ao longo do litoral e as áreas marítimas adjacentes aos portos, terminais e plataformas nacionais, bem como as possíveis áreas de operações das forças navais brasileiras.

No dia 12 de julho, foram realizados os adestramentos de Contramedidas de Minagem (CMM), a bordo dos Navios Varredores Atalaia e Albardão. Composto por exercícios de varredura mecânica dupla, lançamento e recolhimento de boia de demarcação de canal varrido na região da Baía de Todos-os-Santos, os adestramentos foram acompanhados pelo Comandante do 2º Distrito Naval, Vice-Almirante Almir Garnier Santos.

Construídos inteiramente em madeira e metal amagnético, de modo a não atuar em minas (explosivos submarinos) de influência magnética, os navios varredores deslocam 253 toneladas, medem 47,2 metros de comprimento e atingem velocidades de até 22 nós (aproximadamente 41Km/h). O “Atalaia” e o “Albardão” são dois dos quatro varredores da classe “Aratu”, subordinados à Força de Minagem e Varredura (ForMinVar), que têm como atividade principal realizar a varredura de minas de contato e de influência, utilizando equipamentos capazes de detoná-las a uma distância segura ou neutralizá-las.

Componente operativo da Marinha do Brasil, a Força de Minagem e Varredura, sediada em Salvador-BA, é responsável pelos planejamentos de minagens defensivas e de execução das operações de CMM, destinadas a manter livre da ameaça de minas as linhas de tráfego marítimo ao longo do litoral e as áreas marítimas adjacentes aos portos, terminais e plataformas nacionais, bem como as possíveis áreas de operações das forças navais brasileiras.

FONTE e FOTO: MB



 

6 Comments

 

  1. 08/08/2018  16:39 by Fabio Responder

    Padilha a MB esta para comprar 2 navios caça minas classe koster sueco?

    a fragata Niteroi ja foi docada em aratu para PME.

  2. 08/08/2018  16:05 by José Carlos Responder

    Milagre a MB ter alguma coisa fora do Rio de Janeiro,a Base de ARATU é ociosa, poderia ser melhor aproveitada, e desafogar o Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro.

  3. 08/08/2018  13:32 by XO Responder

    Boas lembranças a bordo do Tubarão !!! "Raia corrida, mina varrida !!!"

    • 08/08/2018  16:57 by Tomcat4.0 Responder

      XO, não dá pra modernizar estes navios desta classe não hein???

      • 08/08/2018  19:31 by XO Responder

        Tom, quando eu estava lá, o IPqM chegou a instalar um equipamento desenvolvido por eles para controle das varredura acústica... ficou no Abrolhos, se não me engano... muito bacana, deu um up nas operações... infelizmente, fora isso, nada mais... é um bom Navio, mas está muito defasado em relação à tecnologia atual... melhor eles segurarem a barra até que a MB adquira meios mais modernos... seguindo lema "homens de ferro em barcos de madeira"... abraço...

        • 09/08/2018  14:32 by Tomcat4.0 Responder

          Valeu a atenção meu caro, bons ventos com a benção de Deus!!!

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.