MARINHA DO BRASIL

COMANDO DO 9º DISTRITO NAVAL 

Manaus, em 29 de outubro de 2017.

Nota à Imprensa

A Marinha do Brasil, por intermédio do Comando do 9° Distrito Naval (Com9ºDN), informa que, na tarde de sexta-feira (27), manifestantes tentaram invadir e incendiar a sede da Agência Fluvial de Humaitá (AgHumaitá). A ação foi contida pelos militares da Marinha com o apoio do Exército e da Polícia Militar do Amazonas.

No sábado (28), o Com9ºDN deslocou um pelotão de Fuzileiros Navais e o Navio-Patrulha Fluvial Rondônia para garantir a segurança de seus militares e familiares, de suas instalações e de seus meios em Humaitá.

Desde a última terça-feira (24), o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio),a Marinha, o Exército e a Força Nacional realizavam uma operação para combater o garimpo ilegal de ouro no Rio Madeira. A prática de forma irregular, além de causar prejuízos nocivos ao meio ambiente, contribui para o assoreamento dos rios, contamina as águas com produtos da mineração, bem como, dificulta a navegação.

Na operação, a AgHumaitá atuou dentro das suas prerrogativas subsidiárias de Inspeção Naval, com ações voltadas para a segurança da navegação, salvaguarda da vida humana e prevenção da poluição hídrica. Essas ações tem caráter exclusivamente administrativo, que visam promover o desenvolvimento da região, garantindo o transporte de pessoas e cargas sem acidentes e sem prejuízos ambientais.

Vale ressaltar que, a AgHumaitá presta também, desde a sua criação, um relevante serviço à população de Humaitá e cidades adjacentes, por meio do desenvolvimento da mentalidade da segurança fluvial, orientando e formando novos aquaviários, mão de obra extremamente importante para uma região dependente da atividade fluviária.

 

3 Comments

 

  1. 01/11/2017  2:49 by Nonato Responder

    O poder público tem sido muito tolerante com extração ilegal de madeira e de ouro.
    Quantos caminhões com madeira ilegal não sai da Amazônia todos os dias?
    Temer precisa colocar moral. Mostrar serviço...

  2. 30/10/2017  14:39 by André Macedo Responder

    De um lado garimpeiros demonizados pelo Estado sem necessidade alguma e com uma tonelada de burocracia se quiserem desenvolver suas atividades legalmente, de outro funcionários públicos que estavam apenas fazendo seu trabalho de fiscalização e garantia da lei...

  3. 30/10/2017  9:56 by RAFAEL DAMASCENO Responder

    A galera lá tocou o terror, os garimpeiros e outros que praticam crimes não estavam acostumados com uma fiscalização pesada aí quando aconteceu deu nisso! Pra quem tem alguma dúvida pq a polícia saiu de Porto Velho e pq a cidade é mais perto de lá , do que da capital Manaus, e na minha opinião se acontecesse uma restruturação dos municípios Humaitá deveria passar a ser município de Porto Velho.

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.