De acordo com o que foi dito hoje pelo chefe de gabinete de ministros no seu relatório à Câmara dos deputados da nação, os 5 (cinco) caças navais Dassault Super Étendard Modernisé (SEM), que serviram à aviação naval francesa, serão incorporados em breve. As aeronaves escolhidas são as que tem os números 1, 31, 41, 44 e 51.

Cabe salientar que todos correspondem à versão “SEM 5”, a última das modernizações que lhe foram aplicadas ao Super Étendard e que lhe permitiram continuar em serviço de primeira linha na França até 2015.

Junto com as aeronaves, foram selecionadas todas as peças e componentes que estavam armazenadas quando da retirada do serviço ativo. Além de peças e componentes, serão incorporados bancos de ensaio e um simulador.

Vale ressaltar que todo o material incorporado cumpre as normas ambientais em vigor, sendo, nesse sentido, importante informar que o último material que não preenchia essas normas, as pastilhas de freio, serão substituídas por outras de origem nacional, em conformidade com a regulamentação.

O montante total da operação, incluindo o seu transporte da Europa para a Argentina, é de 14 milhões de euros.

TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO: DAN

Fonte: Fuerzas de Defensa Argentinas

https://es.scribd.com/document/360571563/INFORME-105-4-de-Octubre-de-2017#fullscreen&from_embed

image_pdfimage_print

 

19 Comments

 

  1. 05/10/2017  15:57 by Wesst Responder

    mas o Macri tem uma rixa forte com o Macron,
    muitos argentinos no "YT" dizia que essa compra estava cancelada
    porque o macri não concordou com a venda dos navios oferecidos pela frança aos argentinos .
    isso foi a 1 ou 2 semana atras .
    os franceses recusaram a entregar os navios patrulha parcelado, foi aí que o Macri optou por cancelar
    porque de primeiro a frança vendeu os navios e depois mudou de ideia .

    hoje eles parece que estão mais próximo da Navantia espanhola ...

  2. 05/10/2017  13:16 by Andre Responder

    São 11 SE argentinos e todos fora de operação. Segundo um site espanhol de notícias, espera-se colocar algumas unidades argentinas em operação.

  3. 05/10/2017  10:24 by Mauro Responder

    Pelo menos esses SEM tem a capacidade de lançar mísseis anti navio. Nossos A4 lançam apenas bombas "burras", igualzinho aos A4 dos argentinos de 35 anos atrás.

  4. 05/10/2017  10:04 by Dalton Responder

    Adriano...
    .
    o atual governo está manchado pela corrupção...mas...porque os governos passados não deram as condições para que se reformasse o NAeSP que entrou em "PMG" em 2005 ainda no primeiro governo Lula para que segundo você o mesmo estivesse
    utilizando jatos franceses "SEM" hoje ?
    .
    Quanto ao "SEM", veja que, eles não estavam disponíveis para venda nos anos 90 nem nos anos 2000..já que estavam sendo utilizados pela marinha francesa ....a única aeronave capaz de operar com toda segurança e dentro do bolso da marinha brasileira era o A-4 que foi adquirido do Kuwait , 23 unidades, das quais 18 seriam alvo de modernizações, depois caiu para 12 e hoje nem se sabe se todas serão modernizadas.
    .
    Só depois de terem sido retirados de serviço na marinha francesa, a França pode disponibilizar alguns para venda...não antes!

  5. 04/10/2017  21:00 by Adriano Corrêa Responder

    Bom negócio!
    Se não precisa-se enviar semanalmente R$500.000,00 ao Eduardo Cunha no xelindró, para manter o bico calado. E outras coisas semelhantes, como é a pauta deste desgoverno atual.
    O A-12 estaria navegando e poderia estar catapultando o Super Étendard Modernisé no Atlântico Sul. Caça para o qual ele foi projetado utilizar e enviar esta força de ataque as suas zonas de influências.

  6. 04/10/2017  20:59 by fabio Souto. Responder

    Pergunta com quantos aviões SUE contara agora a avioçao naval argentina,somando com os 5 comprados???

  7. 04/10/2017  20:36 by Satyricon Responder

    Difícil dizer se é bom ou ruim para os Argies... na atual conjuntura deles, pode até ser.
    Pelo menos não precisarão mais dos Mikes

  8. 04/10/2017  18:28 by Ricardo Monfort Responder

    Mais tiro na agua do que os A-4 nao vai ser... isso eu garanto...

  9. 04/10/2017  17:51 by Erikson Responder

    Sr. Dalton, nenhum momento eu disse que a Argentina venha a empreender uma campanha novamente devido a esses 5 SUE´s, só quis dizer no sentido de que, é uma preocupação a mais, se um oponente possui tais aparelhos em seu inventário, visto seu histórico de 82, talvez eu tenha me expressado mal anteriormente.

  10. 04/10/2017  16:31 by Dalton Responder

    Em 1982 os argentinos estavam de posse das ilhas depois de enfrentarem algumas poucas dezenas de militares britânicos
    mal armados. Hoje a situação é muito diferente...não seria tão fácil desembarcar muito mais conquistar as ilhas mesmo que os argentinos tivessem todo o necessário para tal empreitada.
    .
    Cinco aeronaves a mais não farão a menor diferença quanto à uma desestabilização da situação atual.

  11. 04/10/2017  16:00 by Roberto Responder

    Recomendo os vídeos do Chasse Embarque, no YouTube, em especial o vídeo The End (Carrier Flight Deck- Super Etendard Modernise), os últimos momentos do vídeo são bem bonitos, com uma sugestiva cena de despedida num voo de formação.

  12. 04/10/2017  15:55 by Erikson Responder

    Adr, não são aquisições da FAA e sim da Aviação Naval, só lembrando que somente 5 desses fizeram ô estrago na RN em 82.

  13. 04/10/2017  15:22 by Bardini Responder

    É, pois é...

  14. 04/10/2017  13:54 by Diplomata90 Responder

    Mais não havia ( descontinuado as negociaçoes)? rs
    Passei por que sou fã do Deimos kkkk

  15. 04/10/2017  13:54 by DeepSea Responder

    Li em outro site que os argentinos tinham desistido desses aviões. Essa notícia é atual?

    • 04/10/2017  13:55 by Luiz Padilha Responder

      A notícia é de hoje e foi informada através de uma publicação oficial Argentina. Clique no link e veja lá. Não comentamos o que outros sites publicam.

  16. 04/10/2017  13:39 by Adr Responder

    No meu ponto de vista, esses caças Super Etendard que a FAA, está adquirindo já está Obsoletos.

  17. 04/10/2017  13:37 by Andre Responder

    E os SE argentinos? Ficarão parados ou serão recondicionados?

  18. 04/10/2017  13:20 by Luiz Padilha Responder

    Como diria um sábio depois de ler algumas notícias: E agora José?

Leave a reply

 

Your email address will not be published.