São Paulo, 11 de janeiro de 2019 – O Conselho de Administração da Embraer ratificou hoje a aprovação prévia dos termos da parceria estratégica com a Boeing.



Ontem, o governo brasileiro autorizou a negociação, que irá possibilitar ambas as empresas a acelerar o crescimento em mercados aeroespaciais globais.

A parceria será submetida, então, à aprovação dos acionistas, das autoridades regulatórias, bem como a outras condições pertinentes à conclusão de uma transação deste tipo. Caso as aprovações ocorram no tempo previsto, a expectativa é que a negociação seja concluída até o final de 2019.

FONTE: Embraer



 

4 Comments

 

  1. 12/01/2019  14:15 by Andre Responder

    Olá Padilha e Guilherme, feliz ano novo! Estive fora do ar por problemas técnicos na rede e não por férias.
    Estive fora dos acontecimentos via internet por manutenção da rede nesses primeiros dias do ano e é uma sensação estranha para quem estava acostumado a participar desses espaços.
    Esse ano receberemos os caças e os novos cargueiros que serão uma demonstração da importância da Embraer nos dois mercados de aeronaves, sem contar o Super Tucano.

    • 12/01/2019  14:30 by Luiz Padilha Responder

      Feliz Ano Novo André.

  2. 11/01/2019  23:18 by Henrique Responder

    Agora já era,nosso parque aeroespacial será dilapidado como a Macdonnel Douglas, General Dynamics, etc.Finalmente conseguiram, falta Alcântara a AEB, o DCTA, etc.Tchau foi se tudo !!!!!

    • 14/01/2019  10:24 by Andre Responder

      A Embraer é uma empresa privada Henrique, controlada por acionistas e não pelo Estado Brasileiro. A muito tempo ela não é mais uma Petrobrás sobre asas.

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.