guarani

Foram licitados 1.580 novos VBTP Guarani para o Exército Brasileiro. Os Guarani serão adquiridos em 4 lotes de 275, 723, 547 e 35 unidades, e assim se mantém a capacidade produtiva deste blindado no Brasil, sem falar na manutenção da mão de obra especializada.

COMANDO DO EXÉRCITO – COMANDO LOGÍSTICO

Data: 11 / 2016
Inexigibilidade de Licitação Nº 16/2016
Objeto: Objeto: Aquisição de viatura blindada Guarani
Nº do processo: 64447011981201620
Fundamento Legal: Art. 25 , Inciso I da Lei n 8.666 de 21/06/1993.
Justificativa: Inviabilidade de competição
Data da declaração de dispensa: 18/11/2016
Responsável pela declaração de dispensa: MARCELO MORAES RODRIGUES
Cargo: Ordenador de Despesas Substituto
Data da ratificação: 18/11/2016
Responsável pela ratificação: GUILHERME CALS THEOPHILO GASPAR DE OLIVEIRA
Cargo: Comandante Logístico
Valor estimado: 5.939.679.681,29

COMANDO DO EXÉRCITO – COMANDO LOGÍSTICO

Data: 11 / 2016
Modalidade: 07 – Inexigibilidade de Licitação
Número da Licitação: 16/2016 Situação: INFORMADO
CNPJ/CPF: 01.844.555/0001-82
Razão Social/Nome: IVECO LATIN AMERICA LTDA
Item da Licitação: 00001 Cod. do Conjunto Material: 48585
Identificação Conjunto Material: CARRO BLINDADO SOBRE RODAS
Descrição Detalhada do Material: 275 VIATURAS BLINDADAS DE TRANSPORTE DE PESSOAL – MÉDIA DE RODAS – VBTP-MR
Quantidade: 275
Marca: GUARANI 
Preço Unitário: 3.644.076,17 Valor Total: 1.002.120.948,26

COMANDO DO EXÉRCITO –  COMANDO LOGÍSTICO

Data: 11 / 2016
Modalidade: 07 – Inexigibilidade de Licitação
Número da Licitação: 16/2016 Situação: INFORMADO
CNPJ/CPF: 01.844.555/0001-82
Razão Social/Nome: IVECO LATIN AMERICA LTDA
Item da Licitação: 00002 Cod. do Conjunto Material: 48585
Identificação Conjunto Material: CARRO BLINDADO SOBRE RODAS
Descrição Detalhada do Material: 723 VIATURAS BLINDADAS DE TRANSPORTE DE PESSOAL
Quantidade: 723
Marca: GUARANI
Preço Unitário: 3.644.076,17 Valor Total: 2.634.667.074,88

COMANDO DO EXÉRCITO – COMANDO LOGÍSTICO

Data: 11 / 2016
Modalidade: 07 – Inexigibilidade de Licitação
Número da Licitação: 16/2016 Situação: INFORMADO
CNPJ/CPF: 01.844.555/0001-82
Razão Social/Nome: IVECO LATIN AMERICA LTDA
Item da Licitação: 00004 Cod. do Conjunto Material: 48585
Identificação Conjunto Material: CARRO BLINDADO SOBRE RODAS
Descrição Detalhada do Material: 547 VIATURAS BLINDADAS DE TRANSPORTE DE PESSOAL
Quantidade: 547
Marca: GUARANI
Preço Unitário: 3.644.076,17 Valor Total: 1.993.309.668,00

COMANDO DO EXÉRCITO – COMANDO LOGÍSTICO

Data: 11 / 2016
Modalidade: 07 – Inexigibilidade de Licitação
Número da Licitação: 16/2016 Situação: INFORMADO
CNPJ/CPF: 01.844.555/0001-82
Razão Social/Nome: IVECO LATIN AMERICA LTDA
Item da Licitação: 00003 Cod. do Conjunto Material: 48585
Identificação Conjunto Material: CARRO BLINDADO SOBRE RODAS
Descrição Detalhada do Material: 035 VIATURAS BLINDADAS DE TRANSPORTE DE PESSOAL
Quantidade: 35
Marca: GUARANI Unidade: unidade
Preço Unitário: 3.838.508,30 Valor Total: 134.347.790,81

A diferença do montante está por conta de Manuais de Instrução, Conjunto de Ferramentas , Manutenção , Instalação e Montagens.

COLABOROU: Jauro – Defesa Brasileira

FONTE: DOU

 

22 Comments

 

  1. 23/11/2016  10:35 by marcio Mantovanelli Responder

    esses lotes tem uma data para cada lote, ou seja qual o tempo para fornecimento de cada lote, a fim de finalizar o projeto num contexto total, qual o volume anual, planejado

    • 23/11/2016  12:28 by Luiz Padilha Responder

      Não está claro o tempo de fornecimento.

  2. 21/11/2016  21:19 by Cleber Responder

    Ótima noticia ! Mas ... os 4x4 nada ainda ?

  3. 20/11/2016  21:21 by Felipe Morais Responder

    Bom, perguntaram o que significa essa publicação das inexigibilidades de licitação.

    Significa que se está dando publicidade ao ato de reconhecer a situação de inexigibilidade (competição inviável) e à ratificação desse reconhecimento para a contratação perante à IVECO no valor tal. São dois atos, cada um por sua autoridade competente.

    É um procedimento previsto na lei nº 8666/93.

    Agora, salvo alguma eventual peculiaridade das contratações do exército, o processo de contratação será encaminhado para emissão de nota de empenho (confirmar que existe grana para pagar essa despesa).

    Em seguida, a empresa é convocada para assinar o contrato. A partir daqui a contratação está confirmada.

    Mas, no ponto que está, é muito difícil o contrato não ser assinado. Após a publicação da inexigibilidade, só se algo der muito errado mesmo, como, por exemplo, se cortassem metade do orçamento do exército para os próximos anos. Ai a contratação no todo poderia ser revista e a publicação da inexigibilidade ser revogada.

    É mais ou menos por ai.

  4. 20/11/2016  16:20 by spectre Responder

    Salve Bardini,,, EU,não disse para trocar o veiculo , mas sim reforçar a blindagem ,,engrossar as chapas ou revestir com algum material mais adequado,,blindagem é tudo de bom, quando se esta lá dentro sentado ,,,torcendo pára o INIMIGO não ter uma .50 mirando para os 11 passageiros,,

  5. 20/11/2016  12:20 by Proud Responder

    Apenas 1 unidade destas para Pmrj armado co torreta REMAX seria um belo teste e uma excelente ferramenta para a tropa.

  6. 19/11/2016  21:54 by Vladmir Avellar de Oliveira Responder

    Se o Brasil resgatasse o incentivo a construção de ferrovias, agilizaria muito a distribuição logística em caso de crises e conflitos no país.
    Infelizmente, existe um lobby político fortíssimo sabotando este projeto.

  7. 19/11/2016  19:31 by Miguel Responder

    Olá, Padilha!

    Essas licitações diferem em que da carta de intenção de compra assinada pelo Lula?
    Elas, por si só, garantem a compra das unidades referidas?
    Por fim, quantas unidades do Guarani o EB possui atualmente?

    Abraço!

    • 19/11/2016  23:32 by Luiz Padilha Responder

      Atualmente em torno de 200

  8. 19/11/2016  17:44 by IDN Responder

    O EB já possui algumas unidades, então vai acabar atingindo a meta inicial das 2000 viaturas...
    Só achei salgado o valor de 3.600.000,00 por unidade.

  9. 19/11/2016  16:14 by Bardini Responder

    Spectre... Blindagem franca?
    .
    Ela é condizente com o que um veículo desta tonelagem pode fornecer. Suporta IED de 6 kg sob a roda e disparo de 7,62 perfurante na lateral. Melhor do que um M113.
    .
    No mais, é um blindado que custa ~U$ 1 milhão. Valeria a pena pagar 3 vezes mais para ter a proteção de um 8x8 pesado e ter 3 vezes menos blindados?
    Eu não vejo como...

  10. 19/11/2016  16:12 by Pablo Responder

    Padilha
    sabe informar como anda o projeto do guarani 8x8? logo que saiu o projeto do guarani foi anunciado diversas configurações, saúde, reconhecimento, comando...
    tem notícia a respeito?

    • 19/11/2016  18:41 by Luiz Padilha Responder

      Nada ainda Pablo.

  11. 19/11/2016  15:06 by spectre Responder

    Ponto negativo ,,Blindagem fraca ,,e,,,uma boa parte poderia ser de Blindados 8x8 com armas 120mm como a Iveco fabricou para a Italia

  12. 19/11/2016  14:13 by Lucas Schmitt Responder

    Padilha, quantos guaranis o EB tem atualmente em serviço? E quantos deste total têm a torre de 30 milímetros?

  13. 19/11/2016  13:53 by spectre Responder

    Esqueci de mencionar que esses MRAP com blindagens melhoradas e somadas a suas agilidades seria o ideal para patrulhas de Fronteiras (sisfron)

  14. 19/11/2016  13:38 by vitor oliveira Responder

    O Corpo de Fuzileiros Navais deveria adotar essa viaturas. Pois a questão de sobressalentes das viaturas ficaria mais fácil. O unico problema a enfrentar por parte do CFN é a doutrina tática, pois o grupo de combate de Fuzileiros navais possui 13 militares o GC do EB são 11 militares.

  15. 19/11/2016  13:21 by spectre Responder

    Acho que essa Blindagem deveria ser sistentes a maiores calibres ,,,gostaria muito de que fosse adquiridos os 4X4 ou 6X6 MRAP por exemplo os Cougar,RG-33 ,TX 8 CAIMAN .Também tenho uma dúvida todos terão os mesmos armamentos .50 e 30mm ? Áte mais

  16. 19/11/2016  11:28 by Guacamole Responder

    Posso estar interpretando mal, mas esses 1500 somam-se a aqueles 2000 (que não foram fabricados ainda) iniciais totalizando 3500 viaturas quando a produção terminar, ou não?

    • 19/11/2016  12:13 by Luiz Padilha Responder

      Não. aqueles nunca foram efetivados. Agora as coisas estão mais definidas.

  17. 19/11/2016  10:06 by Marcelo Responder

    O Exercito brasileiro vem ultimamente se equipando com veículos blindados próprios para interdições contra insurreições urbanas e ou uma guerra civil, isto é estranho, pois temos problemas com todas as fronteiras internacionais e não vem sendo dada as devidas soluções para estes problemas, mas investe-se em segurança publica interna anti-insurreições....

  18. 19/11/2016  8:43 by Tomcat3.7 Responder

    Ótima notícia!!! Assim também se dá continuidade no projeto para construçao do 8x8 e montagem do 6x6 com torre Torc 30 br q creio acrescentara capacidade ant aérea ao Guarani.

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.