Funcionários de praticamente todas as partes da Saab estão envolvidos no projeto do Gripen E. Vários acordos também foram feitos com mais de 30 grandes fornecedores de desenvolvimento, que estão ajudando a realizar o Gripen E.

quadro-acoplamento asa para ser usado em um dos aviões de teste Gripen E.

“O que estamos fazendo agora é único”, diz Lars-Erik Svedlund, Gerente de Programa de Gripen E/F. Recebemos a ordem do Estado sueco em fevereiro de 2013 e desde então, estamos trabalhando na aeronave de teste 39-7.

“Quando se trata dos fornecedores com que trabalhamos, esperamos que eles acreditem no projeto e, assim, devem estar preparados para fazerem os seus próprios investimentos”, explica Lars-Erik Svedlund. Nós também fomos surpreendido com esta resposta positiva. Muitas empresas, tanto na Suécia quanto no exterior, estão investindo e trabalhando pesado no Gripen E.

Section Gripen NG_01

“É muito bom saber que apenas alguns países, e empresas do mundo, são capazes de fazer o que estamos fazendo agora”, disse orgulhoso Lars-Erik Svedlund.

Um fator motivador para todos os envolvidos é que a produção já começou. A montagem das primeiras seções da fuselagem da aeronave de teste 39-8 começou antes do Verão de 2013 e o departamento de design e as oficinas, estão totalmente envolvidos no desenvolvimento e produção de componentes para o Gripen E.

Gripen E Test

Principais marcos do Projeto Grien E:

2014: Várias partes do Gripen E serão montados de modo a formar uma aeronave completa.
2015: Os primeiros voos de teste estão previstas para o 39-8, que será o primeiro avião construído de acordo com as especificações do Gripen E.
2018: O primeiro avião produzido em série será entregue conforme contrato.

image_pdfimage_print

 

10 Comments

 

  1. 01/05/2014  20:05 by Roberto Colistete Jr. Responder

    A pergunta que vale ouro : desses "Vários acordos também foram feitos com mais de 30 grandes fornecedores de desenvolvimento, que estão ajudando a realizar o Gripen E", tem alguma empresa brasileira ?
    Pois o o brig. Crepaldi disse :
    https://www.youtube.com/watch?v=5OPcAfnx0Dg
    que o Gripen NG "propiciou que as nossas equipes participassem ainda durante o desenvolvimento desse processo". Cadê ? Será somente a Akaer ter sido subcontratada pela Saab para projetar partes da fuselagem, com especificações dadas pela Saab ? Diga-se de passagem, algo que já sabemos fazer há décadas.

  2. 29/04/2014  23:59 by brazuca Responder

    O contrato será assinado no final deste ano ,,,,,,,se esta so acelerado o processo da aeronave prq só em 2018 serão entregues ,,,,
    farão + de 3 anos vôos de testes q isso aaafffffff brazil não pode esperar tanto assim nem eu também ,

  3. 29/04/2014  20:11 by Marcelo Responder

    Se a produção está em andamento, podemos entender que o projeto já acabou. Se isto é verdade, como é que o Brasil teria participado do seu desenvolvimento, conforme o comando da FAB declarou? Se o contrato sequer foi assinado? Alguma coisa não está batendo.

    • 29/04/2014  22:18 by Guto Responder

      Produção do protótipo...

  4. 29/04/2014  17:22 by Topol-M Responder

    Acredito que as seções de fuselagem não sofrerão muitas modificações no modelo E/F em relação ao C/D, o principal será a integração dos aviõnicos, HUD digital, radar, sensores e armamento, essa parte mais difícil ainda está por vir e nos dirá precisamente o que esperar do Gripen NG.

    • 30/04/2014  17:35 by _RR_ Responder

      Topol-M,

      Pelo contrário.

      Para se incrementar a capacidade de combustível interno, certamente haverão mudanças consideráveis na seção central da fuselagem. Aliás, isso já ficou claro no novo arranjo do trem de pouso, deslocado para a parte de baixo da asa, deixando a seção central livre. É quase certo que o aumento do peso máximo exija algum reforço estrutural e área alar maior. E creio que a nova motorização exige uma nova seção traseira, além de novas entradas de ar ( ? ) para adequar o fluxo de ar ao motor mais potente.

      Enfim, apesar de ser uma variante de uma aeronave que já existe, o NG será uma aeronave virtualmente nova.

      • 02/05/2014  12:19 by Topol-M Responder

        Verdade, não tinha pensado nessas modificações ainda, obrigado _RR_.

      • 02/05/2014  14:17 by Marcelo Responder

        vai ser tipo F18C/D para F18E/F. São muito parecidos internamente, mas por dentro é outro recheio....

    • 01/05/2014  20:00 by Roberto Colistete Jr. Responder

      Gripen E terá umas 7,8 ton. vazio, frente as 6,8 ton. do Gripen C. Fora um pequeno aumento nas dimensões (comprimento e envergadura).

  5. 29/04/2014  15:22 by jose carlos Responder

    considero de muita importancia, as informaçoes fornecidas por esta revista.

Leave a reply

 

Your email address will not be published.