F45_D533

Durante os adestramentos da Força-Tarefa Marítima da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (FTM-UNIFIL), a Fragata União (F 45), da Marinha do Brasil, realizou exercícios com o Destróier Andrea Doria (D 553), da Marinha Militar Italiana (MMI), nas águas do Mediterrâneo Oriental, nos dias 14 e 29 de novembro de 2013.

Em 14 de novembro, foi realizado um exercício de abordagem, para simular uma inspeção (documentação e carga) naval em um navio mercante. Nesse exercício, a Fragata União, simulando um navio mercante, recebeu, a bordo, um Grupo de Visita e Inspeção (GVI) italiano, composto de militares que chegaram por uma aeronave EH-101 Merlin, da MMI.

Em 29 de novembro, os dois navios realizaram exercícios de manobras táticas, manutenção de posição em reabastecimento (leap frog) e pouso a bordo (cross deck). Neste último, a aeronave AH-11A Super Lynx, brasileira, realizou pousos a bordo do Andrea Doria.

Exercícios como esses, além de contribuírem para a manutenção do nível de adestramento das tripulações, desenvolvem a interoperabilidade entre os meios navais e aeronavais da MB e da MMI, reforçando os laços de amizade e cooperação entre as duas Forças.

 

12 Comments

 

  1. 22/03/2014  15:00 by Luiz Fernando Marins Responder

    a fragata é velhinha mas tem muito suor e orgulho lá
    embarca nela , faz a unifil encha seu país .e sua família de orgulho primeiro, depois vc tenta malhar.F45 corsário. .....

  2. 30/01/2014  10:24 by adriano ferreira Responder

    Querem se indignar leiam :

    A presidente Dilma Rousseff transformou em realidade ontem, em Cuba, o que no Brasil ainda não passa de discurso ou sonho distante. Ao inaugurar a primeira etapa do Porto de Mariel, a 45km de Havana


    ....e ainda somos um pais camarada com os bolivianos que ficaram com as bases da petrobras...e doamos helicópteros e balsas


    ....enquanto isso temos corvetas da década de 60....tão pensando agora em fazer uma upgrade nas bateras dos pescadores pra ajudar a capitania dos portos a controlar os jetskies em floripa...kkkkkk



    ...enquanto isso....temos f5 da década de 70 voando em Anápolis e no 1 GDA, fora os super tucanos ...somos os caras, fazemos acrobacias na frente de possíveis inimigos com a esquadrilha da fumaça e mandamos bala..kkkk


    Que pais e este? devem estar dizendo os bolivianos...kkk....como diria Boris casoy....isso e uma vergonha!


    SAÚDE...EDUCAÇÃO.....SEGURANÇA.....NADA NADA NADA..NADAAAAAAAAA....ELES NAO TAO FAZENDO NADAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA....KKKKKKKKKK.

    Vai, continuem votando errado eh isso que acontece....

  3. 29/01/2014  12:28 by alexandre Responder

    Concordo com os comentários, é vergonhoso para o Brasil a comparação das duas embarcações , ainda bem que temos um governo que há 11 anos tem se comprometido com nossas forças, antes era ainda pior, nossas FAAs eram realmente sucatas, com blinados obsoletos como M113, urutu , cascavel e leopard 1A3,agora temos M133 modernizados, Guaranis, leopards 1A5, Guepards e novos ASTROS 2020, na marinha tinhamos submarinos,fragatas,OPVs e corvetas obsoletas, agora temos scorpenes, novas OPvs e estamos caminhando para novas fragatas e corvetas,foar a modernização dos antigos meios, nossa defesa AA nem existia agora temos sistemas como o RBS bolide e Pantsir, e por último a FAB, coitada, antes um museu a céu aberto com Mirages 3 e f5 obsoletos,agora estamos melhores com caças modernizados e com a compra dos Gripen Ng. Na verdade, ainda precisa fazer muito mais, mas eu acredito que neste governo as coisas estão acontecendo, meu SINCERO RECEIO é se houver um outro governo eleito tipo PSDB ou PSB, eles já estão falando aos 4 ventos que o Brasil precisa de um choque de austeridade para botar a economia nos eixos, então Senhores, enendam essas declarações da seguinte maneira, CORTES no exército, CORTES na marinha e CORTES na Força Aérea, estou torcendo para que a DILMA assine LOGO a compra dos caças, antes das eleições,pois, se ficar para depois podemos ter uma surpresa desagradável com um novo governo cancelando tudo, e ai ficaremos aqui mais 15 anos chorando por uma FAA moderna e capaz.

  4. 29/01/2014  12:24 by _RR_ Responder

    Amigos,

    Pelo contrário... As Vosper/Niterói, quando foram lançadas, estavam entre as embarcações mais modernas do hemisfério sul, e ainda hoje podem ser considerados navios capazes, principalmente dentro do teatro latino-americano... Contudo, é inegável que a idade e o desenho desses navios determinem a sua substituição em futuro próximo...

    • 29/01/2014  20:39 by William Responder

      Querendo Deus, via Programa de Obtenção de Meios de Superfície (Prosuper), que prevê a construção no Brasil de cinco fragatas de 6 mil toneladas cada uma, cinco navios-patrulha oceânicos de 1.800 toneladas e um navio de apoio logístico de 24 mil toneladas!

  5. 29/01/2014  9:27 by mauricio matos Responder

    O que pode deduzir dessa voto a MB italiana já está no séc 21 nossa MB está engatilhando para entra no séc 20 . As nossas forças estão com um atraso muito grande perante os países mais desenvolvidos para poder chegar perto deles vamos ter correr muito parece que nós acordamos antes tarde do que nunca. É vergonhoso se você for comparar pais por pais que riquezas a Itália possui aqui o Brasil foi uma terra abençoada por Deus aqui nós temos tudo o que falta ao pais é vergonha na cara dos nossos políticos menos roubo o povo também tem uma parcela de culpa nessa situação não podemos só por a culpa nos políticos.

  6. 28/01/2014  22:57 by justin oliveira Responder

    Até eu to me sentindo envergonhado imagina quem está na NOSSA fragata.

  7. 28/01/2014  22:40 by Vasconcelos Responder

    Com certeza deve haver diferença tecnológica entre ambos, quanto ao tamanho eu acho que deve existir diferença pois, se trata de embarcações de classes diferentes, destróier e fragata.
    Não entendo do assunto, é somente uma opinião,não é minha intenção ofender a ninguém OK.
    E se eu fosse marinheiro participando desta missão, jamais sentiria vergonha, sentiria sim muito orgulho, pois estaria representando o meu País.
    Deixaria o sentimento de vergonha para os responsáveis que deixaram nossas Armas chegarem a esse ponto.

  8. 28/01/2014  20:15 by Elison Responder

    O exercicio é immportante para o adestramento de ambas forças navais. Porem dá até vergonha em ver nossa marinha representada um um navio antiquado e de pouco poder de fogo em relação seu parceiro de exercicio. Um país pequeno em formato de bota, rico e tecnologicamente desenvolvido e o nosso gigante produtor de comodites, rico mas com uma taxa de roubo e disperdicio enorme do dinheiro público, acho que alem dos fatos históricos a falta de interesse e descaso com a coisa pública refletem o sucateamento de nossa defesa!

  9. 28/01/2014  19:58 by Marcelo Junior Responder

    Que diferença mesmo ... deve ser vergonhoso para os nossos marinheiros ver a real diferença do tamanho da navio deles pro nosso.

  10. 28/01/2014  18:23 by Carlos B. Crispim Responder

    Nossa que deferença gritante de tamanho, tecnologia, armamentos e etc. A belonave italiana parece um destroyer imperial de Star Wars, incrivelmente bonito. A nossa fragata velhinha é muito ultrapassada, infelizmente décadas de roubos e corrupção cobraram um alto preço às nossas forças armadas, não restou quase nada, em compensação as contas em paraísos fiscais vão muito bem.

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.