A IACIT, empresa brasileira com atuação consolidada no desenvolvimento de produtos e serviços de alta tecnologia, estará presente na Exponaval 2018, que acontece de 4 a 7 de dezembro, no Chile.



A empresa estará no estande 368 e levará para a feira o portfólio completo de soluções nas áreas de Defesa e Segurança Pública, CNS/ATM, Meteorologia, Telemetria e Redes Integradas, com destaque para o exclusivo Radar OTH 0100, o sistema de contramedida eletrônica e a solução de telemetria.

De concepção extremamente inovadora, o Radar OTH 0100 da IACIT é o único operacional na América do Sul e comprovadamente capaz de realizar a vigilância marítima a longas distâncias da costa (a 200 milhas náuticas ou 370 quilômetros de distância).

Na área de segurança pública, a empresa conta com o DRONEBlocker, um sistema de contramedida eletrônica capaz de bloquear diversos drones não autorizados, simultaneamente, a longas distâncias. O sistema conta com as versões civil (DRONEBlocker 0200) e militar (DRONEBlocker 0100), ideal para a proteção de estruturas sensíveis e estratégicas, como complexos industriais, mineradoras, empresas de óleo e gás, aeroportos e bases militares, entre outras.

Por fim, para atender a uma demanda de controle e monitoramento de cargas refrigeradas, a empresa desenvolveu a solução de telemetria RCS 0500, ideal para ser implantada em centros de distribuição, portos, terminais e depósitos de contêineres, por realizar o monitoramento online e em tempo real, com uso de conceitos de Internet das Coisas (IoT).

“Estar na Exponaval pela segunda vez é estratégico para a IACIT. Temos soluções que envolvem alta tecnologia para os mais variados setores e aplicações. Estamos preparados para atender o mercado da América do Sul com a mesma qualidade e eficiência que já operamos no mercado brasileiro”, conclui o presidente da IACIT, Luiz Teixeira.

FONTE: Rossi Comunicação



 

3 Comments

 

  1. 28/11/2018  20:52 by Foxtrot Responder

    Obrigado prezado Raphael!

  2. 28/11/2018  10:14 by Rafael Responder

    Prezado Ivan, o do porquê essa solução não foi emplementada ( $$$$$ ).

  3. 27/11/2018  18:51 by Ivan Responder

    Ainda não entendo o porquê a MB /MD não está instalando esses radares no litoral nacional.
    Somado aos radares OTH-0100 podemos incluir os mísseis Mansup-01, MT-300 (para ataque de embarcações danificadas e ou estacionárias) , Rádios RDS, Link BR-02, Satcom.
    Assim teremos uma solução nacional de defesa costeira completamente autonoma.
    Seria o embrião ampliado do Sisgaaz.
    É esperar para ver se o novo ministro da defesa por ser militar tenha uma visão mais ampla do todo, e mais nacionalista do que seus antecessores.

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.