Aprendiz de marinheiro Joseph Min Naglak, 21 anos, foi morto depois de ser atingido por uma hélice de avião a bordo do USS George H.W. Bush na segunda-feira, 18 de setembro de 2018.

Por Corey Dickstein

WASHINGTON – Um marinheiro morto a bordo do USS George H.W. Bush foi atingido por uma hélice girando de um avião no convés de vôo do navio, disse um porta-voz da Marinha na terça-feira.


Aprendiz de marinheiro Joseph Min Naglak foi atingido pela hélice de um E-2C Hawkeye na segunda-feira durante as operações de voo a bordo do porta-aviões, que estava na costa leste dos Estados Unidos, disse o comandante da Marinha, Dave Hecht, porta-voz da Força Aérea Naval do Atlântico. Naglak foi o único marinheiro ferido no incidente, que continua sob investigação, disse Hecht.

Naglak, de 21 anos, era um boatswains de West Windsor, Nova Jersey. Ele serviu a bordo do Bush desde agosto de 2017, quatro meses depois de se alistar no serviço, segundo a Marinha.

“A perda de um shipmate é uma experiência de partir o coração para uma tripulação de um navio de guerra e aqueles a bordo do USS George H.W. Bush vão lamentar a morte de Naglak e lembrar-se dele sempre por seu serviço dedicado e sacrifício à nossa nação”, disse a Marinha em um comunicado.

Hecht disse na terça-feira que os marinheiros a bordo do Bush retomaram as operações de voo após uma breve pausa após a morte de Naglak.

O Bush, que deixou Norfolk, na semana passada, para evitar o impacto do furacão Florence, deve permanecer no mar, onde continua as qualificações dos pilotos, disse Hecht.

A morte de Naglak foi a nona de um marinheiro em um incidente de aviação durante o ano fiscal de 2018, que terminará em 30 de setembro, de acordo com o Centro de Segurança Naval.

TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO: DAN

FONTE: Star and Stripes

 

3 Comments

 

  1. 20/09/2018  9:40 by HMS TIRELESS Responder

    O detalhe é que em cada ilha de cada NAe está escrito em letras garrafais "Beware of Jet Blast" e "Beware of Rotors"

    • 20/09/2018  14:31 by Tiago Silva Responder

      E o detalhe é que não sabemos as causas do acidente em si e muito menos somos os investigadores, qualquer tripulante de um navio como esta sabe que esta escrito e tem noção do risco.

    • 20/09/2018  18:43 by Jr Responder

      Fica difícil julgar quando não sabemos exatamente em que circunstancias aconteceu esse acidente fatal

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.