PC-24 -1

Logo NavantiaNavantia e Dianca lançaram o oitavo navio de Monitoramento Costeiro Tamanaco GC-24, no estaleiro venezuelano DIANCA em Puertocabello

Este foi o oitavo navio desta categoria que a Navantia construiu para a Armada Bolivariana da Venezuela. A cerimônia de lançamento foi presidida pela Ministro da Defesa da Venezuela, Almirante Carmen Melendez, e o navio teve como madrinha Elena Frías de Chávez, mãe do falecido presidente da Venezuela, Hugo Chávez Frias.

Todas essas autoridades reconheceram o bom andamento do programa de transferência de tecnologia que está sendo executado pela NAVANTIA ao estaleiro DIANCA, que com este navio, iniciou de forma exitosa como construtor naval militar.

PC-24

O contrato para a construção de oito navios (4 de Patrulha Oceânica e 4 de Vigilância Costeira), assinado em 28 de novembro de 2005 e incluiu a construção das primeiras sete unidades pela Navantia e a última na Venezuela, com a transferência de tecnologia feita pela Navantia. A transferência de tecnologia abrange um amplo espectro de atividades, tanto na área da construção naval, como na operação e manutenção de embarcações, garantindo a autonomia do país na gestão da sua capacidade de defesa naval.

O navio patrulha lançado, incorpora a mais recente tecnologia de defesa em sua categoria, oferecendo uma unidade muito compacta, eficiente e altamente automatizado. Ele tem 79,90 metros de comprimento e capacidade para deslocar 1.500 toneladas a uma velocidade máxima de 22 nós. Esse navio pode realizar diferentes missões, como vigilância e proteção da zona costeira, proteção do tráfego marítimo, assistência à saúde para outros navios, combate a incêndio externo, combate e controle da poluição marinha, transporte de pessoal e suprimentos, busca e salvamento, intervenção rápida, suporte a mergulhadores, defesa de superfície e guerra eletrônica passiva.

FONTE: Navantia

 

2 Comments

 

  1. 15/07/2014  23:03 by lord56 Responder

    Eles tem oito, nós só temos três, ta ruim a situação dos meios de superfície da marinha

  2. 15/07/2014  14:37 by Fred Responder

    Estes navios mais ou menos regulam em tamanho com os NPaOc "Classe Amazonas" da MB, por isto é interessante, para comparar...Listar o sistema de armas destes "navios de Monitoramento Costeiro" da Venezuela:

    • 1 canhão Oto Melara de 76 mm
    • 2 canhões de 20 mm/25 (1 × 2)
    • 2 metralhadoras de 12,7 mm (2 × 1)

    Esta configuração é bastante semelhante ao palpite que dei (em outro post: http://www.defesaaereanaval.com.br/?p=42572 - 11/06/2014 19:51) sobre uma possível configuração de armas para futuros NaPaOc construídos aqui no Brasil. Esta aqui:

    • 1 canhão principal de 76 mm

    • 2 canhões de 30 mmm nos bordos do navio, porém com um sistema igual ou similar ao "SEAHAWK SIGMA", que é uma plataforma estabilizada que integra um canhão de 30 mm e mísseis Mistral para a defesa anti-aérea do navio. Ver aqui: http://www.msi-dsl.com/our_products/weapons/sigma.php

    • 2 metralhadoras 12,7 mm (.50)

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.