Por:Dominic Perry

No dia 27 de abril, os ministros da defesa da Alemanha e da França assinaram uma carta de intenção que cobre um programa para o desenvolvimento conjunto de uma aeronave de patrulha marítima (MPA).



Esta “solução europeia” para a renovação das frotas de MPA dos dois países foi iniciada por eles em 2017 e a substituição ocorrerá na década de 2030. A França pretende substituir seus Dassault Breguet Atlantic-ATL2 e a Alemanha seus oito Lockheed Martin P-3C Orion. Para esse fim, o objetivo do programa é a coordenação dos requisitos de capacidade para alcançar um modelo comum apropriado.

Os Orion alemães iniciaram seu serviço em 2006, e a idade média dos vinte e três anos, conforme relatado pelo Flight Fleets Analyzer, já o Dassault Atlantique 2 da França, é de 23,8 anos.

A Alemanha planeja atualizar os Orion com novos sistemas de missão e aviônicos, bem como com novas asas. Isso deve ocorrer até 2023-2024 e a data prevista de ausência de serviço para o Lockheed Martin P-3C Orion é na década de 2030, coincidindo bem com a aquisição planejada das novas aeronaves.

Da mesma forma, sob um projeto até 2023, a Dassault está atualizando a frota francesa com novos sensores e sistemas e considera que a modernização manterá as aeronaves em operação até a década de 2030. Para fins de substituição de sua frota, a França encomendará inicialmente sete aeronaves de patrulha marítima.

COLABOROU: Amarilio Alcantara

FONTE Original: Flight Global



 

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.