Vaso de pressão do reator do LABGENE

Vaso de pressão do reator do LABGENE

A NUCLEP foi responsável pelo fornecimento de equipamentos pesados para o fornecimento do Vaso de Pressão do Reator do LABGENE do Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo.

Atualmente, a NUCLEP tem contratos para o fornecimento de tanques para o Laboratório de Geração Nucleoelétrica – LABGENE, para o fornecimento de três Condensadores e seis Acumuladores para a usina Angra 3, para o fornecimento do Vaso de Pressão do Reator e dois Geradores de Vapor para a unidade de propulsão de submarino e de cilindros para o transporte de UF6 para as Indústrias Nucleares do Brasil e Fundação Pátria – Marinha do Brasil.

Gerador de Vapor para o LABGENE

Gerador de Vapor para o LABGENE

FONTE E FOTOS:NUCLEP
COLABOROU: Leonardo Fonte

 

15 Comments

 

  1. 14/11/2015  8:45 by sebastão alvaro sabino de oliveira Responder

    ATUALMENTE DESENVOLVO PARTICULARMENTE UM PROJETO DE GERAÇÃO DE ENERGIA POR CAMPOS MAGNÉTICOS, QUE NA MINHA OPINIÃO EM FUTURO BEM PRÓXIMO, SERÁ A ENERGIA DO l l l MILÊNIO, 40 ANOS DE PESQUISAS PARA LIMPAR O MAIOR POLUIDOR DO PLANETA TERRA, POR COMBUSTÍVEIS RADIOATIVOS. EU JÁ COMUNIQUEI A MARINHA E NÃO VOU FAZER MAIS COMENTÁRIOS, QUERO DESENVOLVER E VENDER AS PATENTES A INTEREÇADOS SEM ME PREOCUPAR COM NINGUÉM QUE SEJA MEUS DESAFETOS. CIÊNCIA NÃO TEM PATRIA, VALE MAIS QUE OURO E QUALQUER TIPO DE BARGANHAS. ( TRABALHO PARA A NATUREZA ) E SEI O PODER QUE ENERGIA LIMPA REPRESENTA HOJE, SIMPLESMENTE ( PODER SEM LIMITES ). Redator e Pesquisador em ...( FÍSICA TEÓRICA E APLICADAS ).

  2. 17/07/2014  7:25 by stadeu Responder

    Notícias como essa são maravilhosas, temos motivos mais que justos para acelerarmos ainda mais todos os planos de defesa ... a Estrela da Morte ... vai chegar no Atlântico Sul e virá agressiva , qualquer outra aparência é um simples Cavalo de Tróia .

  3. 16/07/2014  21:25 by Fernando Garcia Responder

    Pessoal, por gentileza. A quantas anda a construção do Labgene e também da Usexa em Aramar. O ciclo foi todo dominado. yelow cake, gás pastilha e enriquecimento a 20%?

  4. 16/07/2014  20:39 by Leonardo Costa da Fonte Responder

    Padilha houve um equivoco aqui. A primeira foto está mostrando o vaso de pressão do reator do Labgene, que foi entregue há vários anos. Isto não é a novidade. A segunda foto mostra o gerador de vapor da usina Angra I. Os geradores antigos, de fabricação americana, foram subtituidos por geradores novos de projeto da AREVA e fabricados na NUCLEP sob supervisão da empresa francesa.
    O que é importante na nota do site da Nuclep é que ela já está com o contrato para produzir o vaso de pressão e os geradores de vapor do nosso futuro submarino de propulsão nuclear. Ou seja, um vaso de pressão igual ao da foto do Labgene e dois geradores de vapor, já foram encomendados para o sub nuclear.
    Isto significa que a MB está confiante da planta propulsora o submarino e está encomendando os principais equipamentos antes mesmo de testar o Labgene. O ciclo de produção destes equipamentos é muito longo, é provável que eles tenham optado por fazer a encomenda agora, para não perderem tempo.

    • 17/07/2014  7:48 by Luiz Padilha Responder

      Não houve equívoco.

      As imagens são do site da Nuclep.

      As coloquei para que nossos leitores que não sabem como são um vaso de pressão ou um gerador de Vapor, possam ter uma visão melhor.

      O mais importante não são as imagens e sim o que está grifado em vermelho.

      • 18/07/2014  10:13 by Leonardo Responder

        O equívoco deve ter sido da Nuclep então, porque esse gerador de vapor é muito grande pra caber num casco de cerca de 9,0m de diâmetro.

  5. 16/07/2014  20:37 by Topol-M Responder

    É possível ver o logomarca da Areva Koblitz no gerador de vapor, uma das principais e mais tecnologicamente capacitadas empresas no setor de integração de sistemas de geração de energia no país com participação ativa na indústria nacional, certamente a mesma estará envolvida no desenvolvimento dos sistemas de controle e integração do reator com as turbinas a vapor assim como no controle da carga elétrica imposta aos geradores dos submarinos.

  6. 16/07/2014  20:04 by Maykon Responder

    Eu pensei que esse vaso de pressão era pra nosso futuro subnuc... uhuhauuh

    • 16/07/2014  22:46 by Aurélio Responder

      O vaso de pressão do reator nuclear naval é o que aparece na 1ª foto.

  7. 16/07/2014  17:33 by mauricio matos Responder

    Vamos torcer para não aparecer um estraga prazeres tem gente que não consegue ver o pais caminhar pela suas próprias pernas vendo esses avanços fica doidinho para por água no choop

  8. 16/07/2014  16:11 by Carlos B. Crispim Responder

    Faço côro ao colega Tassio Bruno, é simplesmente maravilhoso, pena que o povo não entenda e nem chegue ao seu conhecimento um notícia alvissareira como esta, são itens extremamente complexos de fabricar, com margens de erro milimétricas, não é altíssima tecnologia, mas pouquíssimos países tem e só países de primeiro mundo, parabéns,

  9. 16/07/2014  14:00 by jurandir Responder

    gostaria que vcs fizessem uma materia completa sobre o labgene e os equipamentos.

  10. 16/07/2014  11:56 by Boiler Responder

    Este equipamento deve estar atendendo a norma ASME VIII e certamente a NR-13 do MTE ( tanto vaso qto as caldeiras ), embora seja parte do processo do sistema de reator, se for possível detalhar melhor sua operação, seria de interessante conhecimento sobre o conjunto geral do processo.
    Sds ao DAN.

  11. 16/07/2014  9:02 by Luiz Gabriel Garcia Responder

    Logo mais angra 3 estará em pleno "vapor"

    Acho que o futuro nos reservas novas estações nucleares se o nível de água nos reservatórios nacionais continuar a cair drasticamente.

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.