Por Guilherme Wiltgen
 
 Nosso terceiro e último dia desta PASSEX, iniciou novamente bem cedo, pois teríamos pela frente, mais um dia totalmente operativo e com muitos exercícios.
 

GUNEX

 

 
A partir das 7:30hs da manhã, o IH-6B da Fragata Greenhalgh, decolou para iniciar a limpeza da aérea onde seria executado o GUNEX (exercício de tiro real). Enquanto isso, no passadiço da Fragata Niterói, toda atenção se voltava para os mercantes que se encontravam na área “RIGEL”. Contactatos via rádio, eram instruídos a alterar sua rota, conforme previamente informado pelo “Aviso aos Navegantes”, mas, por incrível que possa parecer, ainda assim diversos navios tiveram que ser orientados e desviados da área dos exercícios.
 

 
A GUNEX envolveu as Fragatas Niterói e Greenhalgh e a FASM Georges Leygues, iniciando pontualmente as 9:00hs, com previsão de durar até as 12:00hs. Coube a Greenhalgh lançar o alvo, carinhosamente chamado na Marinha do Brasil de “Jerimum Assassino”, versão brasileira do alvo inflável utilizado pela US Navy, o “Killer Tomato”.
 

 
Neste exercício de apoio de fogo naval com o canhão Vickers 4,5 polegadas (115 mm), foram empregadas velocidades e distâncias variadas do navio ao alvo, conforme os novos procedimentos adotados atualmente pelas Marinhas da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN).
 

 
A Fragata Niterói iniciou o exercício, realizando três sequências de 5 disparos, variando a distância entre 18.000, 10.000 e 5.000 jardas do alvo, o que dá aproximadamente 16,5Km, 9,0Km e 4,5Km respectivamente.
 

   

 
Após copletarmos nossa sequência de tiro, demandamos para a área de espera “BRAVO”, enquanto o Georges Leygues efetuava seus disparos com o canhão de proa de 100mm, finalizando o exercício com a Greenhalgh, a quem coube a missão de destruir o “Jerimum Assassino”.
 

 

Transferência de Óleo no Mar (TOM) sobre ameça aérea

 

 
Entre as 13 e 15Hs, o Navio-Tanque Alte. Gastão Motta (G 23) realizou a faina de TOM com a FASM Georges Leygues (D 640), enquanto o GT 706.2 realizava trânsito sob ameça área, representada por uma aeronave AF-1 Falcão (A-4KU Skyhawk II) do 1° Esquadrão de Aviões de Interceptação e Ataque (VF-1).
 

   

 

 
Enquanto o AF-1 permaneceu na área de operação, o helicóptero AH-11A Super Lynx foi colocado em alerta SAR, espotado no convoo da Niterói e guarnecido pelo 1P, CC Alexandre Moura, pronto para ser acionado em caso de algum acidente/incidente.
 

 

   

 

Rendezvous

 

 
Durante este exercício, ocorreu o “rendezvous”, quando o BPC Dixmude também se juntou ao GT, participando do exercício de trânsito sob ameaça aérea.
 

 
Após o término do TOM, o Lince 09 foi acionado para transferir os Aspirantes franceses que se encontravam a bordo da Niterói e da Greenhalgh, transferindo-os para o Dixmude e buscando o CC Andrade, que se encontrava a bordo da George Leygues para a Greenhalgh.
 

   

 

 
NOTA do EDITOR: Este post encerra a Fase Naval, ficando para o próximo, as belas imagens da PHOTOEX.
Agradecemos ao AE Moura Neto (Comandante da Marinha), VA Farias Alves (Diretor do CCSM) e Ten. Streb (CCSM), CA Ferreira de Mello (Comandante da 1ª Divisão da Esquadra), CC Reich e Ten. Noronha (Div1), CF Marcet (Comandante Esqd. HA-1) e CC Alexandre Moura e Porto (HA-1), CF Daniel (Comandante F 40), CF Antonio Braz (Imediato) e a todos os oficiais e praças da “Pioneira”.

image_pdfimage_print

 

7 Comments

 

  1. 30/07/2012  21:39 by Juarez

    Parabéns pela matéria e pelas belas fotos....

    Grande abraço

  2. 31/07/2012  10:48 by André Luiz

    Parabéns pela excelente materia e pelo trabalho desenvolvido. As fotos ficaram ótimas. Um grande abraço.

  3. 01/08/2012  12:27 by Camilo

    Parabéns! Belas fotos. Mais um belo capítulo desta interessante cobertura da passagem do Dixmude e seu grupo por nossas águas. Só fiquei curioso de ver uma foto do nosso jerimum assassino.

  4. 01/08/2012  14:30 by Guilherme Wiltgen

    Obrigado Camilo!
    Infelizmente não consegui fotografar o "Jerimim Assassino", pois permanecemos muito longe do alvo.
    Abs,

  5. 02/08/2012  13:16 by Camilo

    Eu já imaginava Wiltgen. Quem sabe no futuro, por ocasião de um exercício da MB vocês possam fazer um pequeno apêndice na matéria sobre o jerimum e seus outros equivalentes (navais e aéreos). Sempre tive curiosidade em saber que são os "inimigos" nos variados exercícios das nossas FAs. Abraço.

Leave a reply

 

Your email address will not be published.