damenA primeira das duas fragatas SIGMA 10514 PKR para a Marinha da Indonésia, concluiu com êxito os seus testes no mar em 7 de Setembro. Este é um marco importante em um projeto para o qual o primeiro aço foi cortado em janeiro de 2014.

sigma-10514-pkr-naval-frigate_lr

A fase de avaliação começou com sete dias de ensaios básicos para garantir que os sistemas de propulsão e de segurança estivessem totalmente operacionais antes que o navio faça sua passagem desafiadora até o estaleiro PT PAL em Surabaya nas águas abertas do mar de Java. Seguiram-se duas semanas de testes no mar, que incluíram testes de um sistema de armas, o radar e o funcionamento do sonar. Medições de ruído e observações de cavitação também foram realizadas.

Estaleiro-DAMEN

Os testes foram bem sucedidos, com quase todos os sistemas sendo aprovados na primeira vez. Alguns elementos, como o alojamento, requerem modificações menores e estas serão realizadas antes dos três dias de testes finais no final de setembro.

Flexibilidade através da inovação

Com 105 metros e deslocando 2.365 toneladas, as fragatas PKR são projetadas para realizar uma ampla gama de missões nas águas da Indonésia. Sua principal missão é anti-aérea, anti-superfície e guerra anti-submarina. No entanto, elas também estão equipados para a segurança marítima, tarefas de apoio humanitárias de busca e salvamento.

sigma-10514-pkr

 

As duas fragatas foram/estão sendo construídas através de um processo modular colaborativo operando simultaneamente em Damen Schelde Naval Shipbuilding (DSN) na Holanda e no estaleiro PT PAL na Indonésia. Cada uma delas é constituída por seis módulos, e para o primeiro navio, quatro destes foram construídas na PT PAL. Os outros dois foram construídos e testados no DSN na Holanda antes de serem enviados para a montagem final na PT PAL.

sigma-10514-pkr-2

O sucesso do programa repousava sobre o trabalho em conjunto entre os dois estaleiros, com o cliente final operando praticamente como uma unidade. O relacionamento forte também permitiu que o programa de transferência de tecnologia maciça prosseguisse sem problemas, tanto na Indonésia como na Holanda.

A primeiro fragata Sigma 10514 está dentro do cronograma para entrega no final em janeiro de 2017, após a conclusão de três meses de treinamento da tripulação. Enquanto isso, o trabalho continua, tanto na Holanda como na Indonésia, para o segundo navio do contrato.

FONTE: DAMEN

 

15 Comments

 

  1. 16/09/2016  9:42 by Dalton Responder

    No momento não há dinheiro nem para navios a serem construídos aqui nem para navios a serem adquiridos do exterior...por mais baratos que possam ser...a prioridade é tentar diminuir o desemprego, fazer a economia crescer, voltar a tornar o Brasil credível diante dos investidores, etc.
    .
    Quando a situação melhorar e ela irá melhorar, aí sim, novos navios virão e construí-los aqui é uma das opções, mas, comprar
    apenas porque é barato pode sair caro, pois navios, principalmente em marinhas sul americanas devem durar décadas,
    ter capacidade de crescimento e obviamente navios "menores" não atendem todos os requisitos, embora complementem
    navios maiores e mais capazes.
    .
    Receio que adquirir navios "menores" agora , sem muito planejamento, poderiam condenar a marinha brasileira a uma
    defasagem tecnológica que poderá perdurar por décadas, então, .o que se pode fazer de concreto no momento é o plano B
    que consiste em trazer de volta a fragata "Defensora" e talvez uma corveta em 2017 e eventualmente e gradualmente
    adquirir as fragatas de 6000 toneladas que nem mesmo são o que há de mais "extraordinário" hoje em dia e complementa-las
    com navios menores, fragatas leves/corvetas.
    .
    A marinha brasileira ficará ainda menor do que está antes de voltar a um patamar anterior e quem sabe a partir daí crescer e isso exigirá paciência e um cuidadoso planejamento.

  2. 15/09/2016  22:07 by Mateus Felipe Dias Barbosa Responder

    A EMGEPRON precisa é rever os custos das Tamandarés pq com o preço que tá é muito dificil e a MB precisa de muito mais do que somente 4, digo que precisa de umas 8!

  3. 15/09/2016  10:43 by Airacobra Responder

    Jose Alois Schmitt em 14/09/16 23:24
    É disso que estou falando, já que não cabe no bolso agora pra que continuar sonhando com F-6000? Vamos de ao menos 6 corvetas novas de preferencia de prateleira e contruidas fora do país para reduzir o custo e prazo de entrega (pois precisamos de navios escolta para ontem) com entrega de uma por
    ano, garanto que o damen, os sul coreanos e os chineses conseguem entregar um navio por ano tranquilamente, com o primeiro sendo entregue dois anos após o fechamento do negócio, e somente após a entrega de todas e quando e se a situação melhorar ai vamos para as fragatas de 6000ton, mas de nada adianta ficar sonhando com fragata de 6000ton sem ter dinheiro pra comprar, principalmente se for com TOT, que só deixa tudo mais caro e atrasa a entrega, até mesmo as Tamandaré são furada, pois se acha corvetas de
    melhor capacidade por preço bem menor la fora, mas
    fazer o que? Tem gente que come ovo e gosta de arrotar caviar, essa mania de grandeza já deixou a MB na situação que já está e ao invés de fazerem o
    Dever de casa ainda continuam com a megalomania de sempre, até o momento estou vendo com bons olhos a atual gestão, mas a falta de algumas ações de corte na carne como as tomadas pela FAB ainda vão trazer problemas para a força
    dever de casa e fazer o que é melhor para a força ainda continuam com essa mania de grandeza, mais ou menos como um cara assalariado que mal
    consegue manter um popular 1.0 e precisa trocar de carro pq o atual dele ja deu o que podia dar, mas na hora de comprar outro ele só quer se for sedan de
    luxo, mesmo sabendo que sua atual situação só permite um popular 1.0 e mesmo assim apertando bem o cinto, sou a prova viva dessa sutuação, pois
    ja passei por isso uma vez e aprendi a só dar um passo até onde a perna alcança e um passo ituação, mas tem gente que gosta de quebrar a cara várias vezes

  4. 14/09/2016  23:24 by Jose Alois Schmitt Responder

    Essa Damen tem excelentes projetos, umas 6 dessas como corvetas, e mais umas 4 com maior capacidade, podem muito bem devolver a Marinha capacidade operacional minima.

  5. 14/09/2016  19:52 by Topol Responder

    Cobra

    Plenamente de acordo... e com urgência, daí a minha opção pelos chineses.

  6. 14/09/2016  18:24 by Airacobra Responder

    Topol somente complementando seu comentário, se não for construida aqui com TOT também não serve, temos que pensar primeiramente na capacidade e operatividade da MB e não em picuinhas de só serve 6000tons e com TOT

  7. 14/09/2016  17:00 by Topol Responder

    Mas não... Tem que ter pelo menos 6000 toneladas senão não serve.... Para mim a type 054A de 3,5 Ktons estava ótimo e mais barato que ela não há... prazo tambem

  8. 14/09/2016  16:21 by Airacobra Responder

    Opa, e ja ia esquecendo, a sigma tem capacidade de operar o seahawk.

  9. 14/09/2016  16:06 by Airacobra Responder

    Padilha, você falou que o deslocamento da sigma é pequeno para nosso TO, mas não podemos esquecer que as inhauma seguraram o piano da nossa esquadra por algum tempo mesmo a despeito de suas 1900ton de deslocamento, acho essa sigma muito válida, principalmente pelo valor e capacidade, ja vi por ai o valo de cada um na casa de U$200 mi, atualmente nenhum navio da MB chega aos pés dela falando-se em armamentos e sistemas, e pelo valor da pra levar duas dessas pelo preço de uma tamandaré, sendo que as duas terão a mesma capacidade, apesar de que eu sou defensor da ideia de comprar-se algumas incheon batch 2 de prateleira e enterrar a tamandaré enquanto o prosuper continuar congelado, ainda sou mais algumas unidades de sigma na MB que um punhado de tamandaré que demorariam entre 6 a 10 anos para ficar pronta cada uma

    • 14/09/2016  20:48 by Luiz Padilha Responder

      Airacobra, é verdade que as Inhaúmas seguraram o piano, mas é justamente pelo aprendizado com elas que a MB necessita de meios com maior deslocamento. Quanto mais, mais estável é o navio e, para a implantação de um sistema de armas moderno e eficiente, os escoltas de 6.000 toneladas são imprescindíveis.

      A classe SIGMA é um excelente navio e si poderia operar em nossas águas, porém, a MB optou pela corveta Tamandaré com deslocamento semelhante. Apesar do fabricante e o usuário classificarem esta SIGMA como fragata, ela não seria o modelo adequado para nós.

      Mas o DAMEN possui um modelo novo que espero trazer em breve para vocês e, que poderia nos servir muito bem.

  10. 14/09/2016  11:55 by Bardini Responder

    Essa Corveta teve seu corte de chapa realizado em 2014... Já está em testes de mar.
    .
    Se o que se le na internet é verdadeiro, essafprimeira uninade custou na faixa de U$220 milhões.
    .
    Radar Smart-S
    Sonar KINGKLIP
    12 VL-MICA
    Oto melara 76 mm
    Até 8 MM 40 Exocet Block II
    Dois lançadores triplos de torpedos
    CIWS millennium 35mm
    .
    Deslocamento na faixa das 2.400 tons
    Velocidade maxima 28 knots
    5.000nm a 14 knots
    CODOE
    Capacidade de operar helicóptero de 10 tons
    2 RIHBs

  11. 14/09/2016  10:56 by hamiltonpe Responder

    tambem queria saber quanto custa e se seria possivel fazer um navio desse de 3.700 ton? eu acho essa sigma muito bonita junto com as freen francesa

  12. 13/09/2016  23:01 by césar silva Responder

    porque apesar do tamanho se parecido com a barroso ter um deslocamento menor? e alguém saber dizer quanto custa?

  13. 13/09/2016  21:36 by Beto Santos Responder

    Que show adorei o desenho desta fragata, alguém sabe me dizer se serviria para o Brasil este navio e quais as características dela, achei pouco armada pelo que se vê no vídeo mas sem especificações e para um leigo como eu posso estar falando bobagens se puderem me dar a opinião de vcs vou adorar o feedback.

    • 13/09/2016  22:20 by Luiz Padilha Responder

      Beto, na verdade a classe SIGMA quando foi lançada era denominada Corveta.

      Seu deslocamento já a coloca como uma Corveta, mas o usuário final resolveu chamar a mesma de Fragata.

      Ela possui um sistema de armas de respeito. Seu radar 3D é poderoso. O sonar um dos melhores e o navio é rápido.

      Mas só desloca 2.350 toneladas e para o nosso teatro de operações, eu acho pouco.

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.