Por Tyler Durdin

A Marinha dos EUA não está se arriscando com o furacão Florence. O Departamento de Relações Públicas do Comando das Forças de Frota dos EUA divulgou um comunicado que os oficiais da Marinha ordenaram que todos os navios de guerra em Hampton Roads,  Virgínia e região metropolitana no sudeste da Virgínia e nordeste da Carolina do Norte, definissem como condição Alpha.

De acordo com o relatório, 30 navios de guerra estão partindo ativamente da Estação Naval de Norfolk e da Base Expedicionária Conjunta Little Creek, já que o furacão Florence está previsto para trazer as condições de tempestade da Categoria 4 para a costa do Meio Atlântico esta semana.



Comandantes dirigiram seus navios para regiões do Atlântico, onde eles vão fugir da tempestade. O relatório não menciona para onde os navios estavam indo e indicou que nem todos os navios de guerra conseguiram sair das bases navais.

“Algumas unidades não serão movidas devido ao status de manutenção, mas tomarão precauções extras para evitar possíveis danos. Os oficiais comandantes têm várias opções ao ficarem no porto, dependendo da gravidade do tempo. Algumas dessas opções incluem a adição de ancoragem adicional e linhas de tempestade, soltando a âncora e desconectando cabos de energia da costa”, disse o Departamento de Assuntos Públicos da Frota.

O Comandante da Frota, almirante Christopher Grady, disse: “Nossos navios podem resistir melhor a tempestades dessa magnitude quando estão em andamento”. Além disso, o relatório afirma que todas as instalações da Marinha na região de Hampton Roads estão definidas como Condição de Prontidão Três do Ciclone Tropical (III), o que significa que a Marinha espera ventos destrutivos superiores a 50 nós. “As instalações da Marinha em Hampton Roads começaram a se preparar para a tempestade. Algumas preparações incluem garantir os riscos em todas as instalações, remover detritos das áreas de drenagem, designar áreas de estacionamento alternativas para áreas propensas a inundações, ensacar areia em áreas propensas a enchentes, completar combustível em geradores e veículos do governo e realocar lixeiras e equipamentos para áreas mais seguras “, disse o Departamento de Assuntos Públicos da Frota.

Autoridades da cidade em Norfolk deram uma entrevista coletiva na terça-feira de manhã, pedindo aos moradores que se abrigassem no local por até 72 horas quando o furacão Florence passar e advertiu as pessoas que não dependam de ajuda externa. Líderes municipais e autoridades de segurança pública disseram que seus modelos climáticos esperavam tempestades sem precedentes e que mais de dez polegadas de chuva seriam despejadas em Norfolk no final desta semana. O prefeito de Norfolk, Kenny Alexander, declarou estado de emergência local na manhã de terça-feira.

“Haverá um ponto na tempestade em que não arriscaremos vidas e enviaremos pessoal de segurança pública para buscá-lo”, disse o gerente da cidade, Doug Smith. Funcionários aconselharam os moradores a deixar as zonas de evacuação situadas perto do litoral. Às 11h de terça-feira, o Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês) divulgou um relatório especificando que o furacão Florence estava a cerca de 900 milhas, leste-sudeste de Cape Fear, Carolina do Norte, e movendo-se a oeste-noroeste a 15 mph. Seu centro ficará preso entre Nassau e Bermudas na quarta-feira e se aproximará da área costeira das Carolinas e Virgínia no final da quarta-feira à quinta-feira, como uma possível tempestade Categoria 4/5.

TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO: DAN

FONTE: Zero Hedge


 

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.