KC390_rollout_05

Por Guilherme Wiltgen e Luiz Padilha

EspecialO dia 21 de outubro de 2014 vai entrar para a história da aviação militar brasileira. A Embraer e a Força Aérea Brasileira (FAB) apresentaram ao mundo, o futuro da aviação militar de transporte, o KC-390.

Em uma emocionante cerimônia ocorrida nas instalações da Embraer Defesa &Segurança, localizada em Gavião Peixoto (SP), foi apresentada a maior e mais sofisticada aeronave produzida pela gigante do setor aeronáutico mundial, a brasileira Embraer. Compareceram representantes de 32 países e diversos correspondentes dos principais meios especializados nacionais e internacionais. Podemos concluir que os olhares do mundo da aviação se voltaram para a pequena Gavião Peixoto, o que ressalta ainda mais a importância que esta aeronave no estado-da-arte, está representando para o mercado mundial de aviões militares de transporte, e que vai atacar um nicho antes dominado por modelos de aeronaves que hoje, diante do moderno KC-390, já se apresentam ultrapassadas.

KC390_rollout_03       KC390_rollout_04

O Brasil investiu R$ 12,1 bilhões, sendo R$ 4,9 bilhões para o desenvolvimento da aeronave e R$ 7,2 bilhões para a aquisição de 28 unidades para a FAB. O KC-390 já nasce com expectativas claras de exportação, com a Argentina, Portugal e República Tcheca, que já participam do projeto, além de outros países que também já manifestaram interesse na aquisição, o que o diferencia em relação a outros projetos já desenvolvidos pela indústria nacional.

Segundo Jackson Schneider, o protótipo apresentado encontra-se pronto e com a instrumentação interna especifica toda instalada para iniciar os testes que antecedem o primeiro voo, que deverá ocorrer até o final de 2014.

O “Roll out”

KC390_rollout_06

Estiveram presentes ao evento o Ministro da Defesa, Celso Amorim, o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Juniti Saito, os ministros da Defesa da Argentina e de Portugal, Agustin Rossi e José Pedro Aguiar-Branco respectivamente, o Comandante da Força Aérea da República Tcheca, o Brigadeiro Libor Stefanik, o Comandante da Marinha, Almirante-de-Esquadra Julio Soares de Moura Neto, o Comandante do Exército, General de Exército Enzo Martins Peri e do Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA), o General de Exército José Carlos De Nardi, além de diversas autoridades civis e militares.

KC390_rollout_02       KC390_rollout_07

Em suas palavras, o presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança, Jackson Schneider, disse que “Este marco significativo do Programa KC-390 demonstra a capacidade da Embraer de gerenciar um projeto complexo e de alta tecnologia como este e de executá-lo dentro do planejamento previsto”, disse nitidamente orgulhoso, completando “O rollout abre caminho para o início dos testes em solo como preparação para o primeiro voo”, que segundo ele, será realizado até o final de 2014.

Para o Ministro da Defesa, “Além das missões de transporte de tropa e reabastecimento em voo, será um avião que também vai estar presente em ações de defesa civil “, ressaltou Celso Amorim.

“O KC-390 será a espinha dorsal da aviação de transporte da FAB. Ele poderá operar tanto na Amazônia quanto na Antártica. As turbinas a jato conferem bastante agilidade à aeronave, que cumprirá todas as missões, mas muito mais rápido e melhor”, afirmou o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro Juniti Saito.

KC390_rollout_09       KC390_rollout_10

KC390_rollout_12       KC390_rollout_11

KC390_rollout_14

KC390_rollout_15       KC390_rollout_16

KC390_rollout_17

KC390_rollout_18       KC390_rollout_19

KC-390-Batismo       KC390_rollout_22

KC390_rollout_23

KC-390-Roll-Out       KC-390-Brinde

Logo após as formalidades, foi liberado ao público presente, e a imprensa, o acesso externo a aeronave. Em uma rápido momento em que conseguimos falar com o Brig. Saito, antes que o DAN fizesse alguma pergunta, fomos surpreendidos com: “O que você achou do KC-390?”. A nossa resposta não poderia ser outra: “Fantástico! Orgulho dele ser nosso, orgulho dele ser brasileiro!”.

KC390_rollout_30

“O KC-390 representa para a Força Aérea Brasileira e para a indústria nacional o ápice, o coroamento da nossa capacidade de emitir requisitos e principalmente a capacidade da nossa indústria nacional de desenvolver um produto aeroespacial de última geração”, ressaltou o Brigadeiro do Ar José Augusto Crepaldi Affonso, Presidente da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC), responsável pela condução do projeto.

KC-390-Jackson-Schneider-e-Brig.-Crepaldi

Após o evento, a aeronave vai continuar com as avaliações iniciais de sistemas que culminarão com o primeiro acionamento do motor e, em seguida, os testes de vibração em solo e demais ensaios planejados. Este avião é o primeiro de dois protótipos que serão usados nas campanhas de desenvolvimento, testes de solo, testes de voo e certificação.

KC390_rollout_28       KC390_rollout_29

Coletiva de Imprensa

KC390_rollout_31

A coletiva de imprensa foi bastante concorrida, como era de se esperar, com a presença de diversos meios de comunicações do mundo presentes, e todos tinham muitas curiosidades sobre a nova sensação da Embraer.

O presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança Jackson Schneider, junto com o diretor do programa KC-390, o engº Paulo Gastão Silva, atenderam aos repórteres, esclarecendo dentro do possível, todas as dúvidas.

Dando início à coletiva, o presidente e CEO da Embraer saudou a todos os presentes, dizendo que este era um dia muito especial para a família Embraer, para o Brasil e para todas as empresas que direta ou indiretamente, participaram do projeto, para que hoje o KC-390 fosse apresentado pela primeira vez. “Esse avião traz para o mercado, sem dúvida alguma, uma nova concepção no cumprimento de missão. Ele representa um passo importante para a história da Embraer, atualmente a 3ª maior produtora de aviões no mundo”.

“Para nós, é um prazer muito grande mostrar o avião para vocês e foi com o esforço de milhares de pessoas, trabalhando pelo mundo afora, que isso foi possível. Eles são os vitoriosos pelo avião estar no estágio em que está. A Embraer leva muito a sério a participação das pessoas naquilo que fazemos, nós acreditamos que o conhecimento está na cabeça das pessoas e é isso que faz a diferença. Vou repetir uma frase que falei a eles: Nós temos orgulho do que somos e como somos!”, sinalizando que a Embraer está confiante na boa receptividade do KC-390.

KC390_rollout_32

O  diretor do programa KC-390 fez uma apresentação da aeronave, destacando os suas características mais importantes, como a sua mobilidade, capacidade de transportar até 26 toneladas, ou 7 pallets padrão de 108 por 88 que o mercado militar utiliza normalmente.  A robustez da aeronave foi outro ponto destacado pela capacidade de operar em pistas não pavimentadas, pistas destruídas em combate, podendo operar em todo o teatro amazônico, em áreas desérticas e na Antártica, operando em qualquer cenário que o operador precise. A aeronave pode ser reconfigurada rapidamente a partir de uma aeronave base e assim realizar diversos tipos de missões, podendo voar à 36 mil pés a 470 nós de velocidade de cruzeiro, realizar reabastecimento em voo, tanto de aviões quanto de helicópteros, proporcionado pela capacidade do KC-390 de voar em altas altitudes com alta velocidade quanto em baixas altitudes com baixa velocidade.

Com a utilização de equipamentos de segurança de vôo no estado-da-arte, como o comando de voo ‘fly by wire’, os limites da aeronave nunca serão excedidos, pois ela conta com equipamentos de última geração, além de um software totalmente integrado e desenvolvido pela Embraer, reduzindo a carga de trabalho dos pilotos, sendo a primeira aeronave da Embraer a usar os ‘active side sitcks’ (manches laterias).

O KC-390 poderá ainda lançar paraquedistas, combater incêndios florestais, realizar evacuação aeroamédica tendo capacidade para 74 macas padrão OTAN mais o pessoal médico, transportar um helicóptero das dimensões de um Blackhawk , 3 veículos do tipo Humvee ou um blindado tipo LAV-25. O full glass cockpit é totalmente compatível com o uso de óculos de visão noturna (OVN).

KC390_rollout_35

O KC-390 possui um sistema completo de auto-proteção como, blindagem balística, estrutura tolerante a dano, sistema de inertização dos tanques de combustíveis, para evitar explosões em caso de impacto, e um sistema completo de detecção e contra medidas de ameaças em ambiente hostil.

Para a realização do primeiro voo, é necessário seguir com o cronograma, dando os últimos retoques nos sistemas instalados no avião, seguir os procedimento de testes dos sistemas integrados, onde todos os equipamentos estarão “conversando uns com os outros”, realizar a campanha de vibração no solo, que é um ensaio padrão feito na Embraer antes da aeronave seguir para voo, e a inspeção da autoridade certificadora, para liberar o protótipo para o voo inaugural até o final deste ano.

KC-390-6

O DAN questionou quanto a existência de algum tipo de restrição para operações em pistas não pavimentadas, por causa da possibilidade de ingestão de FOD, e sobre os sensores instalados logo abaixo do para-brisa da aeronave.

O engenheiro Paulo Gastão respondeu que, normalmente, se diferencia a pista não pavimentada da não preparada, porque a norma define a não preparada como uma pista com muitas irregularidades, mesmo que ela não tenha objetos soltos, que podem ser ingeridos pelo motor. “No caso das pistas contaminadas, nós temos uma proteção muito boa, como a altura dos motores em relação ao solo (mais de 2 metros). Depois, fizemos um estudo para ter certeza de que as entradas de ar ficassem longe da trajetória dos detritos das rodas do trem dianteiro e pela própria construção do motor ‘turbo fan’, onde a maior parte do fluxo que entra pela entrada de ar, na verdade não atravessa o interior do motor, ou seja, nós temos um bom grau de proteção contra ingestão do motor no KC-390 e estamos bastante confiantes neste aspecto”.

Quanto aos sensores mencionados, Paulo Gastão informou que são equipamentos de ‘enhanced vision’, que visam aumentar a capacidade do avião em operar em condições atmosféricas marginais, ou condições ruins de tempo. “São sensores que fazem a imagem, tanto na faixa visual quanto na faixa termal de infra vermelho, compondo e projetando essa imagem para os pilotos no HUD (Head-Up Display), de modo que os pilotos consigam operar com uma visibilidade muito maior do que teriam na faixa visual. Esses equipamentos são produzidos pela AEL sistemas em Porto Alegre.”

KC390_rollout_21

O engenheiro Paulo Gastão informou que o segundo protótipo já está em construção e que a campanha de certificação do KC-390 se dará com os dois protótipos, sendo que o segundo voará na sequência do primeiro. A campanha levará cerca de 2 anos, com ensaios de desenvolvimento para certificação, que no KC-390 é uma certificação dupla, a da civil e a militar, já com o avião completo.

Jackson Schneider informou também que as primeiras entregas para a Força Aérea Brasileira deverão ocorrer em 2016, finalizando em 2023 com a entrega da 28ª aeronave. Sobre a geração de empregos, ele disse que hoje são 55 empresas engajadas, só na Embraer são 1.500 diretos e 7.500 indiretos.

Perguntado sobre o custo da aeronave, ele disse que neste tipo de produto é difícil afirmar quanto ele vai custar, uma vez que vai depender da configuração desejada pelo cliente, mas afirmou que ele será muito competitivo.

Hoje a Embraer possui 32 “cartas de intenções” para o KC-390, além das 28 já contratadas pela FAB, e a presença dos representantes desses países demonstra o grande interesse pela inovadora aeronave brasileira.

KC390_rollout_24

NOTA do EDITOR: O DAN agradece a atenção dispensada pela Sra. Rosana Dias (Diretora de Comunicação Externa da Embraer), Srs. Valtécio Alencar,  Marcio de Meo e Nicolás Morell Gonzalez.

image_pdfimage_print

 

50 Comments

 

  1. 22/10/2014  22:26 by Topol

    Muito bom trabalho senhores parabéns, cobertura mais completa entre os outros sites especializados.

    Padilha e Guilherme, esses sensores que vocês levantaram a questão com o Sr. Paulo Gastão na coletiva poderiam ser usados como um tipo de FLIR também ? Por exemplo para adquirir a imagem de um alvo em tempo ruim para lançamento de uma carga ?

  2. 22/10/2014  22:58 by Ricardo

    Primeiramente obrigado a vocês do DAN por proporcionarem essa alegria que sinto nesse momento, fotos muito boas e mostrando toda a galera das 3 defesas reunidas para esse grande momento, por falar em grande o bichão é grande mesmo! olha só quanta gente debaixo dele e compare a altura das pessoas em relação as turbinas. Orgulho!

    Sds.

  3. 23/10/2014  2:53 by Edson

    Pena que nao tem video, mas legais as fotos . . .

  4. 23/10/2014  5:51 by Luiz Padilha

    Obrigado Celso. Não acredito ser possível adquirir alvo. Os sensores são para auxiliar na navegação quando o tempo estiver ruim.

  5. 23/10/2014  5:56 by Guilherme Wiltgen

    Edson,
    Estamos terminando a edição do vídeo, aguarde!
    Abs

  6. 23/10/2014  6:00 by Guilherme Wiltgen

    Obrigado Ricardo!
    Realmente, o KC-390 impressiona pelo seu tamanho. Podemos dizer que é, e será, um grande avião.
    Abs,

  7. 23/10/2014  7:44 by mauricio matos

    Excelente cobertura feita por vocês para ficar melhor se tivesse mostrado o inteiro do KC390 mais isso seria pedir demais.

  8. 23/10/2014  7:51 by Topol

    QSL, Padilha, TKS !

  9. 23/10/2014  9:03 by Leandro

    Excelente ,o HUD impecável, aviônica de alta tecnologia e ainda por cima com fabricação nacional, espero daqui uns anos saltar dessa obra prima! e que venham mais encomendas! Agora é aguardar o primeiro voo... PS não consegui identificar os lançadores de flares, alguém poderia me mostrar?

  10. 23/10/2014  9:56 by Fred

    Um tempo atrás se especulou bastante sobre a capacidade do KC-390 operar em pistas semi preparadas de terra/saibro.

    Um dos principais obstáculos apresentados era que as turbinas do avião poderiam engolir pedras e pedaços de pau arremessados pelas rodas do trem de pouso no momento da aterrissagem ou decolagem...

    Parece que os projetistas cuidaram bem do problema, além da altura das turbinas, as própria portas do compartimento do trem de pouso dianteiro, quando abertas formam um "escudo defletor" do detritos da pista.
    Uma solução simples e engenhosa...

  11. 23/10/2014  10:16 by _RR_

    Mais uma vez, meus parabéns ao DAN!

    Ótima cobertura! Fotos excepcionais!

  12. 23/10/2014  10:22 by FRL

    Prezados Padilha e Wiltgen, bom dia.

    Ontem passei o dia angustiado para ver a cobertura do DAN. Acessei o site inúmeras vezes e nada. No fim do dia alguns compromissos impediram novos acessos e fui dormir frustrado...

    Hoje de manhã, porém, tive a grata surpresa de ler o material. Parabéns! Fotos lindas, nada tremidas (o Wiltgen controlou bem a emoção ;-)). Vídeo profissa. Com certeza foi a cobertura mais completa.

    A pergunta do honorável Brigadeiro Samurai Saito revela o quanto que ele estima e considera vocês. Parabéns novamente.

  13. 23/10/2014  10:27 by Guilherme Wiltgen

    Obrigado FRL!

    Realmente, tem que contralar para não tremer, pois foi muito emocionante.
    Fico feliz de termos conseguido passar este sentimento para vocês.
    FA

  14. 23/10/2014  10:30 by Guilherme Wiltgen

    Fred,
    A EDS fez um excelente trabalho de engenharia no KC-390.
    FA

  15. 23/10/2014  10:35 by Guilherme Wiltgen

    Obrigado Maurício!
    Com relação a sua pergunta, acredito que queria escrever interior do KC-390? Se for isso, infelizmente só as autoridades tiveram acesso a ele.
    FA

  16. 23/10/2014  10:37 by FRL

    Passaram sim. E o grande astro, o KC -390, é superlativo.

  17. 23/10/2014  10:44 by Luiz Padilha

    Não vi tb. Mas isso será instalado depois.

  18. 23/10/2014  10:53 by Marcos Silva

    Será o KC 360 estará presente na FIDAE 2015? Se estiver será uma grande vitrine para esse gigante.

  19. 23/10/2014  11:31 by Alexandre Cardoso

    Realmente será uma grande vitrine para o KC.

  20. 23/10/2014  11:53 by Carcará

    Parabéns pela cobertura! Indiscutivelmente, a melhor e mais completa de todas até agora!! Mais uma vez parabéns!!

  21. 23/10/2014  11:57 by Boiler

    Parabéns ao DAN pela cobertura e fica, além de todas as fotos apresentando o KC-390, uma em particular, do Brig. Saito com a aeronave ao fundo, que certamente deve estar sentindo o sabor da missão cumprida.
    " Você é o que você repetidamente faz. Excelência não é um evento-é um hábito." ( Aristóteles ).
    Mais uma vez parabéns aos profissionais envolvidos, tanto na construção e projeto, quanto na divulgação.
    FA

  22. 23/10/2014  12:10 by Rafa

    Alguns comentam que o Kc-390 é pequeno, mas o que apequena esta aeronave é esse padrão de camuflagem de F-5M, terrivel !

  23. 23/10/2014  12:49 by Topol

    Agora tem que levar o bicho para tudo quanto é lado, Farnborough, Paris Air Show, Oshkosh, Maks Air show, etc...

  24. 23/10/2014  13:00 by Luiz Padilha

    Eu discordo.

  25. 23/10/2014  13:01 by Luiz Padilha

    Muito obrigado por suas palavras Boiler.

  26. 23/10/2014  13:01 by Luiz Padilha

    Obrigado meu amigo Carcará. Fazemos o que podemos dentro daquilo que nós é permitido fazer.

  27. 23/10/2014  13:13 by Oseias

    a foto da vista da frentel/lateral direita da aeronave está fantastica, as turbinas grandonas com as asas apontadas pra baixo, parece uma nave futurista, belissima

  28. 23/10/2014  13:48 by EMS

    Primeiramente meus parabéns pelo excelente trabalho de vocês.
    Segundo o que acham das possibilidades do KC-390 no mercado internacional frente ao Kawasaki C-2 e principalmente o Lockheed Martin C-130J Super Hercules?

  29. 23/10/2014  14:38 by Guilherme Wiltgen

    Obrigado EMS!
    Eu acredito que existe mercado para as três aeronaves.
    O Hercules é um excelente avião e vai continuar forte no mercado, mas o KC-390 está no estado-da-arte e está caminhando para ocupar o seu lugar no mercado mundial.
    Abs

  30. 23/10/2014  17:32 by Felipe

    Que orgulho da FAB e da Embraer. Fico imaginando o que seriamos, com o empenho e esforço de ambas, se fossemos um país sério.
    Parabéns ao DAN.
    Me digam uma coisa, já há um valor de unitário de prateleira estimado do KC 390, para exportação?
    Só um adendo...hoje, aqui em Brasília, ao me dirigir ao trabalho, avistei dois F5 sobrevoando a cidade...que coisa linda, que vontade de gripen que deu.

  31. 23/10/2014  17:35 by BrunoFN

    Parabéns ao DAN pela excelente matéria , pra mim, foi de longe a mais completa sobre o evento ... e realmente um momento histórico pro nosso pais ... como é imponente esse cargueiro em .. n canso de ver fotos e vídeos sobre ele ... um sonho q se tornou realidade

  32. 23/10/2014  18:19 by Gallito

    Meus parabéns a todos vocês da DAN, pela excelente cobertura desse grande evento a Indústria Nacional. Uma pergunta, vocês que viram de perto esse novo gigante alado. Haveria uma possibilidade no futuro de uma ampliação em relação ao comprimento do KC-390, como foi feito com a última versão do Hércules C-130J ?
    Abraço a todos pelo excelente trabalho !

  33. 23/10/2014  19:00 by Alexandre Cardoso

    Pequeno, o KC 390 ???!?!? É brincadeira não é?? Concordo com o Rafa, o que o APARENTA o KC ser pequeno é aquela camuflagem e ainda assim, somente com muita má vontade e MUITA VONTADE DE ESCULHAMBAR COM O KC, para achá-lo menor que o C 130. E mais já vi o C 130 ao vivo e a cores ( certamente como muitos outros aqui neste site ) pousado e no ar, mais no ar do que no chão e pelas fotos do KC comparando com o que vi ao vivo ( C 130 ), NEM A PAU JUVENAL, que o KC 390 é menor que o C 130.

  34. 23/10/2014  19:28 by Luiz Gabriel Garcia

    Existe uma possibilidade de armar esse avião, com misseis nas asas, ele teria suporte a tal recurso ? como acontece com os c-95 e c-130 da USAF? ou estou enganado ?

  35. 23/10/2014  21:22 by Guilherme Wiltgen

    Obrigado Felipe!
    Segundo o CEO da EDS, ele vai ter um custo muito competitivo, mas não tocou em valores.
    FA

  36. 23/10/2014  21:25 by Guilherme Wiltgen

    Obrigado BrunoFN,
    Nós também estamos revendo as fotos até agora, é como um sonho realizado.
    FA

  37. 23/10/2014  21:26 by Alexandre Cardoso

    ACHO que é somente a FAB ter essa necessidade que seria possível até colocar canhões como a USAF fez com alguns dos seus C 130.

  38. 23/10/2014  21:31 by Guilherme Wiltgen

    Obrigado Gallito!
    Eu acredito que o que estamos vendo hoje é só o início de uma gama de missões que esta aeronave vai cumprir no futuro e, tenho certeza disso, que a Embraer vai continuar a desenvolver o KC-390, adaptando-o para novas versões e missões, conforme a necessidade da FAB e a aceitação no mercado.
    FA

  39. 23/10/2014  21:32 by Alexandre Cardoso

    Li em algum lugar do passado ( hoje de madrugada, ontem ou anteontem ) que a versão civil do KC seria mais longo ( nem idéia faço do comprimento desse alongamento ) ou do quanto a sério a Embraer está pensando nisso. O Guilherme Wiltgen e o Luiz Padilha certamente devem ter informações muitíssimo mais confiáveis do que eu.

  40. 23/10/2014  21:36 by Alexandre Cardoso

    Claro, a FAB ou outro cliente ou futuro cliente da Embraer.

  41. 23/10/2014  21:49 by Topol

    São seus olhos fera, e um dos pontos fortes dele em minha opinião é a camuflagem que mostra que esse é um avião de combate.

  42. 23/10/2014  22:17 by Fernando Cezar

    Vinte e seis toneladas?

  43. 23/10/2014  22:34 by Alexandre Cardoso

    Carga máxima de 23 toneladas.

  44. 23/10/2014  23:39 by Geraldo Marques dos Santos Júnior

    Parabéns, senhores. Desconhecia o projeto e gostei muito do que vi. Gostaria de saber sobre a autonomia de vôo ( se o avião é versátil em manobras militares), e sobre a autonomia acoplagem de mísseis às asas (se isso não for informação clasificada, claro). No mais, reitero os parabéns.


    Saudações;

    Geraldo Marques dos Santos Júnior

  45. 24/10/2014  0:42 by Rafa

    Bem... poderiam fazer uma pintura de cor unica ... tipo A400M.... essa de camuflagem de selva para FAB... Parece o padrão da FA do Vietinã.

  46. 24/10/2014  1:27 by Ale Godoy

    Vídeo da Embraer
    https://www.youtube.com/watch?v=NN9RwpNAZFQ

    Bela Matéria..Parabéns !!!

  47. 24/10/2014  10:36 by Braulio Silveira

    Espetacular cobertura. Parabéns ao DAN!

  48. 25/10/2014  3:29 by pedro

    verdade, mas ainda prefiro o conceito das turbinas sobre as asas que alem de reduzir ainda mais a chance de aspirar detritos no motor, aproveita do efeito coanda pra ter capacidade STOL e maior capacidade de carga, sem contar que libera espaço pra uma configuração de ataque ou permite carga e descarga com os motores ligados

  49. 25/10/2014  13:06 by Marcelo Conte de Souza

    Mais do que nunca, me sinto orgulhoso de ser brasileiro!!! Belíssima aeronave que irá alavancar a nossa indústria aeroespacial!!! Não tenho palavras para descrever o que senti no momento do roll out... Parabéns a todos os envolvidos nesse projeto e todos aqueles que acreditaram que este sonho seria possível.
    Abraços!!!

Leave a reply

 

Your email address will not be published.